Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. JEFFERSON RENOSTO LOPES
    06/11/2003 00:43

    Sempre achei que ocorrendo a interrupção da prescrição, esta quando estiver apta a voltar a correr, voltará do inicio, sendo desconsiderado o tempo já corrido.

    Analisando o art. 202, § Único do Código Civil:
    "A prescrição interronpida recomeça a correr da data do ato que a interrompeu, ou do último ato do processo para a interromper"

    Percebe-se que o referido artigo fala em "recomeçar" a correr a prescrição, portanto, entendo que recomeçar caracteriza o continuar de alguma coisa.

    Gostaria de receber respostas esclarecendo se ocorrendo a interrupção da prescrição, esta começa a contar do inicio ou do ponto em que parou?

  2. Zenaide
    07/11/2003 09:50

    Prezado Jefferson

    A sua primeira afirmação está correta(...ocorrendo a interrupção da prescrição, esta quando estiver apta a voltar a correr, voltará do inicio, sendo desconsiderado o tempo já corrido).
    O termo "recomeça" quer dizer que a prescrição tinha "começado" e por algum motivo foi interrompida,quando o motivo for resolvido, "recomeça" a contagem por inteiro . Ex. se a prescrição é de dois anos, algo a interrompeu quando ja se tinha passado um ano, resolvida questão recomeça novamente dois anos a partir dali(ou seja desconsiderando o um ano passado).

  3. Fernando
    26/11/2003 10:15

    Caro Jefferson;
    O fenômeno da Interrupção da Prescrição é exatamente o que consta no artigo 202 parágrafo unico do Código Civil.
    Quando ocorre umas das causas de interrupção, o prazo prescricional deixa de "correr", e so volta quando a causa interruptiva não mais existir. Ou seja, não recomessa do zero.
    Diferentemente é a suspensão da prescrição. Nesta situção, a prazo para de "correr", e quando a causa suspensiva, também prevista no Código Civil, cessar, o prazo recomessa do zero.
    No mesmo sentido é o impedimento (da suspensão). Enquanto na suspensão o prazo deixa de "correr" e quando recomessa ele se inicia do zero novamente, no impedimento o prazo nem chega a se iniciar; perceba-se os mesmos efeitos entre suspensão e impedimentos, ambos diferente da interrupção, exposta alhures.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS