Alguém me auda? Tive alta do INSS dia 18/03; dia da minha perícia e meu médico do trabalho pediu que eu procurasse um psiquiatra. Já comecei o tratamento, porém o psiquiatra me diagnosticou com 43.2 enquanto meu neuro me diagnosticou com agorafobia e depressão leve, meu clínico com reação aguda ao stress e minha psicóloga com transtorno afetivo bipolar. Disseram que o INSS não me afastou porque eles não colocaram o tempo que preciso ficar afastada para me tratar, isso procede?

Me ajudem!!! Como deve ser um laudo?

Respostas

9

  • 0
    S

    SulaTeimosa Suspenso Quinta, 28 de março de 2013, 20h05min

    No meu entender o laudo do psiquiatra é determinante frente as meras opiniões dos neurologista (especializado em neurologia) e da psicóloga. Afinal, as doenças e disturbios mentais é da área psiquiátrica.

    Sem dúvida que o médico ao prescrever o afastamento deve indicar o tempo deste afastamento, SE ele julgar cabível o afastamento.

  • 0
    M

    Marcela Lima Quinta, 28 de março de 2013, 20h26min

    Sim Sula, ele julgou e eu não tenho nenhuma condição de voltar ao meu trabalho. Inclusive ele colocou no meu lado 'SEM CONDIÇÕES DE TRABALHO" e grifou. Mas como tenho consulta com ele antes da minha RECONSIDERAÇÃO, posso ver essa questão. Não é?
    Estou angustiada, porque não tenho condições alguma de voltar no estado que estou e passo mal todos os dias.
    Caso minha reconsideração seja negada, como fazer nova perícia em nova agência?

  • 0
    J

    jpo Quinta, 28 de março de 2013, 20h28min

    se for negado novamente no PR, procure imediatamente o JEF mais proximo da sua casa.

  • 0
    J

    Joao Celso Neto/Brasíla-DF Quinta, 28 de março de 2013, 20h29min

    Coincidência?


    Fórum
    Direito Previdenciário
    AJUDEM-ME!

    2 comentários

    POLIMA

  • 0
    M

    Marcela Lima Quinta, 28 de março de 2013, 21h29min

    Na verdade não é coincidência, é meu marido que está colocando meu caso também no fórum.
    Grata á todos!

  • 0
    S

    SulaTeimosa Suspenso Quinta, 28 de março de 2013, 21h46min

    Marcela, pode até ser uma boa nova perícia em outra agência, às vezes passa. Não deixe de falar com seu psiquiatra sobre o tratamento e a necessidade de fixar um prazo inicial de seu afastamento.

    E como disse o Jpo, se o PR não der em nada, parta para a justiça.

  • 0
    M

    Marcela Lima Sexta, 29 de março de 2013, 9h44min

    Obrigada à todos!
    Mas já marquei minha reconsideração na mesma agência e seja o que Deus quiser. Na verdade, minha intenção não é me afastar e sim, me tratar. E como eu já disse, meu ambiente de trabalho não favorece a. minha melhora. Ao contrário, só piora.

  • 0
    R

    Roberto Rossini Junior Sexta, 29 de março de 2013, 18h01min

    Olá Marcela, esses 3 primeiros meses o INSS está um problema, hipotéticamente falando, acredito (minha opinião) que a defasagem de dinheiro neste ínicio de ano tenha sido crítica, porque não é possível que os laudos, atestados, médicos com pós graduação, especialista na doença não tenham valor nenhum. Aguarde e faça a reconsideração, caso seja negada, nem se estressa, vá logo para a justiça mesmo.

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região