Respostas

14

  • Verinha1

    Verinha1 Suspenso

    Qualquer dos ex cônjuges ou ex conviventes podem requerer auxílio alimentício, se será ou não deferido é outra questão.

    O que normalmente leva a justiça a conceder a pensão é quando quem a pede esteja desempregado ou enfermo, ou ainda, não tenha a menor condição de retornar ao mercado de trabalho ou de desenvolver economia própria, desde, é claro, a outra parte esteja em condição de prestar essa ajuda.

    Como eu disse, o direito a pensão não se restringe a mulher, alcança tmb o homem. Trata-se da obrigação de apoio mútuo que se devem os ex cônjuges (casamento civil) ou ex companheiros (união estável).

    Contudo, destaco que sendo questão de desemprego apenas, e no caso da mulher, tendo ela menos de 50 anos, a pensão é temporária, de 6 a 12 meses, o tempo necessário (que o juiz irá avaliar) para que ela consiga um emprego ou trabalho.

  • Lilian1

    Lilian1

    dinahz eu nao fui mal educada e nem bati martelo algum, simplesmente ja e de praxe a mulher querer ser indenizada por que o relacionamento chegou ao fim. a nao na justica esta cheio de processos de homens pedindo pensao pra ex.

  • dinahz

    dinahz

    Lilian

    A necessidade de pensão das mulheres é devido sua dedicação ao outros: lar, filho, marido, pais e até sogros.

    90% das mulheres que pedem pensão, o fazem por não ter pensado em si próprias no passado.

    5% pedem pensão porque não aguentaram carga dupla/tripla de trabalho.

    5% outros motivos: doença, idade, desanimo, etc.

    Inventei os números, rsrsrs

    Quantos homens deixaram a carreira profissional parar cuidar da família: filhos, pais e sogros idosos e ter filhos?

  • Lilian1

    Lilian1

    Dinahz eu sou muito criticada pq deixo meu filho em creche trabalho fora, tendo que depender da minha familia para me ajudar a cuidar dele, meu marido msm sendo autonomo ganha bem, so que eu ganho melhor, nao abro mao da minha vida por causa de ninguem. 70% das mulhres nao trabalham fora simplesmente pq e comodo nao acordar de madrugada, nao chegar em casa tarde. ficar em casa ser empregada de graca e sem valor algum. cada um e responsavel por suas escolhas, nao podendo culpar o outro pelo fracasso.

  • CIBELE LUNETTA

    CIBELE LUNETTA

    Lilian 1,

    Você é uma pessoa inteligente; sabe que, cada caso é um caso... não dá para generalizar.

    Você tem razão no que diz, para parte das mulheres separadas e com filhos;
    a dinahz tem razão no que diz, para parte das mulheres separadas e com filhos.

    É muito louvável que a mulher trabalhe, estude, tenha independência, mas também é fato, que alguns maridos não incentivam, e, muitas vezes dão um ultimato: "Ou o trabalho, ou os filhos."; e abrir mão do trabalho, da remuneração, da independência, na maioria das vezes, frustra e coloca as mulheres em posição bem difícil, quando da separação.

    Cumprimentos.

  • dinahz

    dinahz

    Lilian 1

    Abaixo o preconceito!!!

    Consideras as donas de casa por opção ou não, empregadas domésticas gratuitas e sem valor?

    Não tem ou teve alguma mulher na sua família que foi/é do lar? Elas tem algum valor? Achas que as cuidadoras do lar são pessoas sem valor? Trabalhadoras gratuitas, escravas?

    Sua atitude está parecendo despeito!! A vida é assim mesmo, enquanto alguns tem uma vida leve, outros pegam no pesado, e nem sempre é escolha, simplesmente faz parte.

    Como se mede o valor das pessoas? É pela quantidade de dinheiro que penam para ganhar? Deus nos acuda!! "O pior cego é aquele que não quer ver".

  • Verinha1

    Verinha1 Suspenso

    Infelizmente ainda há no mundo de hoje a cultura de que a mulher deve ser sustentada pelo homem, casou arrumou emprego. Não é só uma questão dela se dedicar a familia apenas, pois nem sempre é caso de escolha, mas de necessidade, um filho que precise de mais e maior supervisão, uma enfermidade, os cuidados das coisas da casa a que a mulher mais que o homem tem talento para administrar e resolver.

    Conheço jovens que hoje tem quase 30 anos que ficam rezando para arrumar homem com ganho razoável que as sustente e banque sua prole, pois bem mais jovens elas tentaram e quebraram a cara, porque seguiram a fantasia contada por outras de que mulher tem de arrumar marido para ser "casada", ter (obrigatoriamente) filhos, e ser sustentada.

    É incrivel, mas em pleno século 21 à todo vapor, com mulheres nos mais altos escalões do poder, em nível mundial, ainda há quem pense que mulher não pode sobreviver sozinha, como se por ser mulher ela fosse uma ameba, um ser descerebrado, só serve pra jogar comida na panela, passar uma vassoura, e dar gostosinho (enfim, um objeto de serviço).

  • Lilian1

    Lilian1

    Dinahz preconceito nao...
    Realidade...
    Nao precisamos ir muito longe para termos a prova do que eu estou falando, aqui no forum esta cheio de exemplos a reapeito disso...
    Que ao se separar o homem nao quer dividir nada pq a mulher nao o ajudou em nada, so ficava em casa dormindo.
    Hoje eu tenho uma estabilidade financeira, mais a dois anos atras eu recebia 800,00 por mes, saia de casa as 6:30 da manha e voltava meia noite pq ainda estudava... o meu marido me falou pra mim largar os estudos e o trabalho que ele me sustentava em casa, na epoca pedi a um amigo meu advogado para fazer um documento, declarando que msm que nos separassemos ele iria continuar me sustentando nao importando onde ou com quem tivesse, vc acha que ele quis assinar?