Espondilite Anquilosante da direito a aposentadoria direta

Cynthia Farineli perguntou Segunda, 03 de dezembro de 2007, 6h23min

Meu nome é Daniel, tenho espondilite anquilosante comprovada pelo hbl- 27 e pela sacroelite bilateral, me foi concedido auxilio doença em 2004 a agora tive o beneficio recusado após PP e PR, gostaria de saber se tenho direito a me aposentar, no momento entrei com recurso da Junta de recursos da Previdência, por favor gostaria de ajuda, pois não sei mais como proceder para resolver esta situação.

Respostas

29

  • eldo luis andrade

    A aposentadoria por invalidez e o auxílio-doença não são direitos que se obtenha apenas por ter contraído uma doença. Somente quando os sintomas da doença tornam a pessoa incapaz para o trabalho é que são devidos tais benefícios. Sendo assim somente avaliação por médico especializado pode concluir pela incapacidade para o trabalho devido à evolução da doença. A simples constatação de ocorrencia da doença não basta para ter direito ao auxílio-doença e à aposentadoria por invalidez. É direito, pois, que depende de comprovação não só da ocorrencia da doença mas também da sintomatologia atual a causar incapacidade para o trabalho. Se o direito não for reconhecido agora pelo quadro clínico não ter evoluído para acarretar incapacidade para o trabalho, poderá ser reconhecido mais tarde de acordo com a evolução da doença.

  • Cynthia Farineli

    Sim , sei disto, acho que deixei de esclarecer alguns pontos, estou afastado pelo INSS desde 2004, após um afastamento de 2 anos, entrei novamente e o períto meu uma alta programada para 26/11/2007, neste periodo de afasfamento adquiri sacroelite bilateral por causa da espondiloartrose, atualmente tenho muitas dores, tomo vários remédios e estou com depressão em decorrencia de não conseguir trabalhar, entrei com pedido de prorrogação e foi negado, entrei com outro pedido que também foi negado e hoje entrei com recurso da junta de recusos da Previdência Social, amanhã tenho outra perícia, como devo proceder agora, já não sei mais o que fazer se peço aposentadoria, se entro na justiça.
    Agradeço sua resposta e peço que se possível me oriente como devo proceder.

  • eldo luis andrade

    Agora é comparecer a perícia. E aguardar o resultado do recurso. Se não conseguir entrar na Justiça, no caso no Juizado Especial Federal. Você também pode desistir da via recursal admnistrativa entrando logo na Justiça. As opções são estas.

  • Cynthia Farineli

    Agradeço sua resposta.
    Fiz a pericia e foi novamente indeferida, agora me falaram que vai para São Paulo, você sabe mais ou menos quanto tempo isto demora? e se agora a pericia é lá? Compensa mais entrar pela justiça ou aguardar?
    Desculpe, mais estou com tantas dúvidas...

  • eldo luis andrade

    Eu nem tenho de condições de lhe responder visto ser de Sergipe. Algo que pode demorar muito aí, pode demorar menos tempo aqui. E o que pode compensar entrando na Justiça aí segue a mesma lógica. Não há como dizer que a realidade de São Paulo serve para Sergipe e vice-versa. Só alguém de São Paulo para lhe responder isto.

  • Fernanda_1

    Bom dia .....
    Venho por meio deste pedir ajuda ....
    Meu marido tem espondilite anquilosante e faz tratamento ....
    Ele esta praticamente á um ano ...Afastado ...
    Mas tem tido muitas dores ....Esclerosou o quadril ..Limitações no pescoço ...E outros problemas ...
    Quero informações se ele tem direito a aposentadoria ??? E o que devemos fazer para conseguir isso ???
    Desde ja grata pela atenção

  • cristina bagatella

    Fernanda

    Se o caso de seu marido é grave quem vai decidir pela aposentadoria é o períto, é uma decisão exclusiva dele.
    Voce não tem nada a fazer no Inss para conseguir a aposentadoria.

  • marcelo cezar lima

    Tenho 29 anos,há 12 sofro de espondilite anquilosante.O períto é estruido a indeferi no benéficio,fui atrás dos meus direitos e estou com uma ação contra o inss na justiça federal.A luta é grande mais numca pensei em desiste recorra a última estãnçia.