Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Jussiley Limeño Salina_1
    11/09/2008 01:16

    Olá!
    Sou estudante do curso de Direito e estou no 2º semestre. Estou tendo dificuldades quanto a quentão de redação juridica. Não consigui entender ao certo como fazer uma Petição.
    Meu professor nos mostrou a estrutura e tudo mais, porém não nos mostrou uma petição (no papel escrito e tudo mais).
    Espero que me ajudem a compreender melhor, pois necessito muitoo0º
    Desde já agradeço a atenção!!

    Att
    Jussiley Limeño
  2. clara Maria
    11/09/2008 01:43

    Sr. Jussiley, boa noite

    O começo é complicado mesmo, parece uma coisa horrenda montar um petição, quando somos alunos, mas, o melhor caminho é adquirir livros ( o leal amigo do acadêmico e do advogado), que contenham formulários e modelos de petições, ilustrados e explicados com a doutrina, para melhor entendimento. Outra forma é o estágio, em D.Pública, de forma oficial ou oficiosa com algum amigo, no escritório modelo, que deve existir na sua universidade, em escritório de advocacia, que por vc estar no 2º semestre, talvezsó encontre essa oportunidade, sem remuneração, o que ainda vale a pena, pelo aprendizado. Trocando em miúdos, a única saída para essa dificuldade É A PRÁTICA ATUANTE. A petição é uma historia problemática contada em busca de uma solução, que somente o Juízo poderá solucionar. O seu pedido deve estar apoiado no código, Leia o código que se refere ao problema que lhe aparece para solucionar (civil, penal, processual civil ou penal) LEIA, LEIA e RELEIA, até entender, pratique, pratique, erre, conserte, sem medo de errar, tenha audácia sem arrogancia, seja persistente sem petulancia, fale para ser entendido e não ouvido apenas, troque opinião com os mais experientes, sem acomodação, esse é o caminho. Nãose preocupe em saber rápido como fazer uma petição, vá treinando, escreva cartas contando fatos, depois, essa mesma carta, reescreva de forma a reduzir o teor criado por vc, ressalte oque entende necessário,para a pessoa imaginária, ... esse é o caminho... foi assim que aprendi... e aprendo até hj. Os livros são nossos amigos e companheiros, a cada um que adquiro, dedico uma mensagem de satisfação em tê-lo adquirido.

    Espero tê-lo ajudado.

    Muita Paz.
  3. Elisario Meira
    18/03/2009 12:45

    Hussiley, só um adendo. Achei muito estranho você ter escrito que seu professor não apresentou uma petição real!! Ora, peça isso para ele.

    Aliás, vou te dar um conselho que eu gostaria de ter ouvido quando dos meus tempos de estudante:

    Vá até um fórum - (isso mesmo) - vá até um fórum, procure um cartório, chegue até o balcão e peça para o atendente: "Por favor eu gostaria de ver um processo"... ele vai te perguntar se você é advogado, diga que você é um estudante de direito, ou simplesmente diga que é um cidadão. Ver um processo em cartório é algo "público", ou seja, todos podem verificá-lo, a menos que seja um processo que esteja correndo "em segredo de justiça", aliás, que são a minoria.

    Portanto, corra até um cartório nas suas horas de sobra e faça o que te falei. Você observará as mais diversas petições.

    Será um bom começo, eu lhe garanto.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS