Paradoxo entre sexo e trabalho

No dia 6/9 – sugestiva data? – é comemorado (?) o dia do sexo.

Apesar de pensar que não precisamos de data para comemorar e muito menos ser apenas uma vez por ano para isto, existe interessantes paradoxos entre o sexo e o trabalho.

Vamos alguns:

+ Ambos fazem você suar.

+ Se você ama fazer, vai querer mais e mais fazer.

+ Com carinho, atenção e volição, cada vez mais clientes/parceiros ou manter o mesmo cliente/parceiro manterá.

Ainda temos outros elementos que nos remetem a este paradoxo:

+ Sempre tem alguém por cima e outro por baixo. De lado, as vezes também é bom.

+ A inovação sempre é bem vinda.

+ No início, tudo é as mil maravilhas. Depois, somente com conhecimento, entrega e desejo de ambas as partes há complitude.

É amigo leitor… No amor, no sexo e na vida, há muito mais que nossa vã filosofia pode prever.

E neste paradoxo, #FicaaReflexão:

Quero amor? Quero sexo? Quero relação duradoura?

Quiçá:

Quero comprometimento? Quero trabalho? Quero colaborador dedicado?

Somente através do amadurecimento da relação, com verdade, entrega, contrapartida e inovação há respostas postivas a estes questionamentos…


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria