Como não ser mais um na multidão? #DepartamentoasQuintas

Divido com vocês um trecho do post de Gustavo Chierighini, onde ele relata 8 atitudes para não sermos mais um na multidão e após teço alguns comentários a respeito.

1- Não se iluda, as pedras do caminho surgirão. Muito mais importante do que o batido blá, blá, blá sobre aprendizado e superação, entenda que se desejar um lugar ao sol deve estar preparado para persistir, e prosseguir com o que lhe restou de confiança e recursos por um bom período, antes de ver a luz ao final do túnel.

2- Seja original, sem ser iludido. Saiba reproduzir de forma rentável e aplicável aquilo que de alguma forma já funciona, mas aos poucos construa o seu espaço próprio, os seus conceitos, o seu produto ou serviço;

3- Tenha e cultive a sua personalidade. Saiba fugir do senso comum e, sem perder o sendo crítico, mas convicto de seus argumentos e conceitos, tenha a coragem de pensar por conta própria e defender leoninamente suas crenças, sem se preocupar em ser aceito ou com “narizes torcidos”, comentários depreciativos, ou risadas sarcásticas.

4- Se deseja inovar, esteja preparado para toda a descrença que originalmente surgirá ao seu redor;

5- Trabalhe com foco no realizar, que significa em termos empresariais construir algo que se sustente economicamente, mas menos preocupado com os ganhos financeiros imediatos que podem migrar para o seu bolso;

6- Não se apegue aos modismos de gestão. Desenvolva um estilo próprio, sem se importar com o aval dos “especialistas”, e caso conclua que em determinado momento ou estágio é necessário ser controlador e centralizador, simplesmente haja como tal e ponto final;

7- Não perca tanto tempo na busca de reconhecimento ou da percepção alheia sobre sua luta empresarial. Isso raramente acontecerá, e saiba desde já que erguer um negócio lucrativo e inovador, que confronta padrões pré-estabelecidos e conceitos vigentes, trará desafetos, inimigos, detratores e muitas críticas antes de dar certo.

8- Por último, sugiro aprender a lidar com a solidão.

Fonte: http://www.saiadolugar.com.br/empreendedorismo/8-atitudes-para-nao-ser-um-esquecido-na-multidao/

Todos são aplicáveis aos gestores de departamento e a escritórios de advocacia, mas destaco os dois últimos.

Muitos líderes querem e precisam de reconhecimento e devem aprender a trabalhar sem isto.

O reconhecimento não precisa vir de subordinados ou de chefes superiores, mas sim do trabalho em si.  Seja a mola propulsora da tua própria existência.

A solidão é essencial para o sucesso profissional. Quem tem “amigos” e “confidentes” e é gestor, cedo ou tarde será crucificado por isto.

Importante ter amigos? Sim, essencial. E se forem colegas de trabalho? Serão amigos depois do expediente. Ou esta regra vale ou os problemas serão óbvios.

Você segue estas regras?

Como a sua vida é impactada por elas?

#DividaSuaExperiênciaConosco

____________________________________________________


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria