A discussão acerca da natureza jurídica do prazo para redirecionamento da ação de Execução Fiscal em face de terceiros responsáveis, bem como a determinação de seu termo a quo e evolução jurisprudencial.

 

 

 

 



Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria