Este estudo trata de comparar o protecionismo exagerado do Estado brasileiro em relação as questões trabalhistas com o liberalismo que é adotado pela maior potência econômica do mundo: os Estados Unidos.

.


Informações sobre o texto

. Tem como maior objetivo desmistificar os direitos trabalhistas que os governos intervencionistas dizem ser dados por eles, mas que saem do próprio bolso do trabalhador.Os contrários à ideia de reforma trabalhista afirmam que isso somente beneficiaria os empresários e prejudicaria os empregados e isso também será desmistificado ao longo do trabalho.

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Tratamento de Dados do Jus.

Regras de uso