Bom dia,quero levar minha dúvida aos senhores;gostaria de ser uma advogada,mas tenho medo de não conseguir encarar os estudos depois de tanto tempo apenas com o ensino medio(segundo grau). e 46 anos de idade ,è um antigo sonho que por força das circunstancias não pude realizar, e gostaria da opinião de todos que puderem ajudar.Cada vez fico mais empolgada,meu esposo me incentiva,mas tenho medo por causa da idade ,pois ouço façar das dificuldades da area,serei grata a todos que opinarem.

Respostas

47

  • 0
    J

    Julianna Caroline Quinta, 23 de agosto de 2012, 13h28min

    Conceição

    Nunca é tarde.
    Além de que, conhecimento nunca é demais e é a única coisa que ninguém tira da gente.
    Se vc tem vontade, por que não??
    Vá em frente. Vc não perde nada, só ganha.
    Boa sorte**

  • -1
    C

    cristianesp Quinta, 23 de agosto de 2012, 13h35min

    Acho que nunca é tarde, algo que notei é que o preconceito vem das classes mais baixa, pq minha mãe qdo trabalhava o filho da sua patroa estava fazendo a segunda faculdade, é natural p/ eles, e qdo eu comecei eu tinha 35 anos, e ouvi muita coisa tipo, "nossa agora, ha eu não faria isso etc, mas nunca desisti pq eu um sonho antigo, na nossa epoca não tinha as facilidade que tem hoje, bolsa de estudo, cota , só fazia quem realmente podia pagar, pensa que vc esta relizando seu sonho, as dificuldades vem de qualquer area e idade, o que importa ´que vc faz a diferença

  • 0
    O

    orientador Quinta, 23 de agosto de 2012, 13h36min Editado

    Opino que sim, a senhora deve estudar direito, vai gostar.

    E depois a senhora se quiseres, poderá ter socios, pode escolher um advogado, para juntos trabalharem

  • 0
    A

    Amauri_Alves Quinta, 23 de agosto de 2012, 16h23min

    conceição moreira,

    E tem outra... Enquanto você está pensando em estudar, o tempo não vai esperar. Quanto mais tempo demora pra começar, consequentemente e logicamente, mais tempo vai demorar pra terminar.

  • 0
    C

    Causidico Quinta, 23 de agosto de 2012, 16h26min

    Boa tarde Sra Conceição! Nunca desista de seus sonhos, por mais que eles tenham sido postergados. Conheço alunos de Direito com mais de 60 anos.

    Boa sorte.

  • 0
    C

    CHEGA DE DISCRIMINAR Quinta, 23 de agosto de 2012, 16h32min

    Estudar sempre é bom, não importa a idade, o curso é ótimo muito bom mesmo, estudando você estará em contato com monte de gente, sabendo dos atuais acontecimentos, estará com a mente ocupada é maravilhoso estudar

    Agora estudar direito não quer dizer que será advogada. Saiba que depois de formada há a prova da OAB que reprova mais que 80% dos candidatos, ainda por cima combram uma taxa que no meu ver é um absurdo, é a maior taxa é maior que concurso para juiz.

    Vai com pés no chão, eu particularmente acho mais viável estudar pensando em fazer concurso público, o curso de direito dá uma boa base para muitos concursos. As taxas são mais dentro da realidade do Brasil. Não é por nada, mas para lá na frente não se frustar, mas tentar ser advogada é muito legal também se a OAB deixar.

  • 0
    J

    Julianna Caroline Quinta, 23 de agosto de 2012, 16h54min

    Não é se a OAB deixar.
    É se a capacidade de quem faz o exame estiver a altura da exigência dele.
    Se não passa, estude mais pra fazer o próximo.
    É questão de esforço, estudo, abdicação de qualquer outra coisa pra focar naquele objetivo.
    Não desista se não passar na primeira.
    Se vc quer advogar ou qualquer outro cargo que exija ter a Carteira da Ordem, estude.
    Boa sorte**

  • 0
    M

    Maria Nélida Quinta, 23 de agosto de 2012, 17h50min

    Conceição,tenho 1 amigo advogado que começou a faculdade com 52 anos.Acompanhei toda a trajetória de lutas que teve pra terminar o curso,tipo,piadinha em sala de aula,olhares duvidosos e algumas pessoas,inclusive da família, diziam que ele iria morrer antes de terminar a faculdade.E ele terminou o curso sem repetir nenhuma matéria,com notas acima de 8,00,passou com nota 9,00 na primeira prova que fez pra OAB e logo em seguida fez a pós em Trabalhista.Hoje tem um escritório próprio e uma carteira invejável de clientes.Portanto não desanime e faça seu curso.
    Boa sorte!

  • 0
    M

    Marya Eduardah Quinta, 23 de agosto de 2012, 18h19min

    Olá Conceição Moreira,

    Na minha turma, nós jovens, éramos exceções. Sendo assim, a experiência e vivência destes, sempre foi recompensadora. Não percebo discriminações por idade na classe profissional. Acredito que no exercício da advocacia a idade é um ponto positivo.

    Cordialmente.

  • 0
    J

    Jr. Paulo Quinta, 23 de agosto de 2012, 20h02min

    Concorcordo, em numero, genero e grau com a Maria Silva, se você tem vontade, vem junto com o interesse, que é o principal, a vontade é muito importante, tenho certeza por experiência própria, que vc será uma excelente aluna, se vc tem condição financeira vá EM FRENTE..... Eu com 50 anos tenho vontade, mais não tenho condição. VÁ EM FRENTE DÊ O PRIMEIRO PASSO, INSCREVA-SE em uma faculdade. Pense em vc o resto é consequência.

  • 0
    C

    charlie brown... Quinta, 23 de agosto de 2012, 21h21min

    Este sementre vai se formar em Direito meu amigo Santo Arias, pai do boxeador Jorge Arias e ele já passa da casa dos 70 anos...

  • 0
    A

    Adilson Quarta, 29 de agosto de 2012, 14h58min

    kkkkkk, rsrsrsrs .

    Desculpe pelas risadas , mais Eu estava a poucos meses na mesma situação e tenho31 anos de idade.

    Conheci no curso um colega q entrou nesse curso com 45anos e se formou com 50 anos de idade não apenas isso, ele passou no exame da OAB estando no último periodo.

    Isso me deu otimismo, pq ele se esforçou e consequiu !

    Se vc estudar somente pela Instituição, vai criar dúvidas ,incertezas então comece a investir mais, comprando livros , cursos preparatórios e principalmente estude sem querer terminar todas as páginas em 2 dias .

    E o q tem de alunos na faixa de 40 - 55 anos na sala de aula , fazendo o 1 º periodo são muitos e com a experiência de vida ,não será dificil colocar seu próprio escritório ou escritorio da OAB disponivel para o advogado q não tem . "Escritório compartilhado"
    http://www.oabrj.org.br/s/paginas/28/Escrit%C3%B3rio%20compartilhado.html

  • 0
    C

    conceição moreira Sexta, 31 de agosto de 2012, 19h27min

    Fiquei muito animada e contente com as opiniôes aqui escritas,gostaria de agradecer a todos e informa-los que ainda esse ano vou me inscrever para o vestibular e tenham certeza que me esforçarei muito para alcançar o que almejo.muito obrigada e felicidades a todos.

  • 0
    E

    Elisete Almeida Sexta, 31 de agosto de 2012, 19h50min

    A idade não nos tira capacidades, pelo contrário, nos tornamos mais sábios, pacientes, observadores, etc.

    Me recordo do meu primeiro ano de licenciatura, um dos colegas tinha 72 anos, não sei por qual motivo ele desistiu no segundo semestre.

    Tive vários outros colegas com mais de 40 anos, todos concluíram e muitos exercem a advocacia.

    É um ótimo curso, portanto, faça.

    Cumprimentos

  • 0
    H

    Heidegger (99% ateu) Sexta, 31 de agosto de 2012, 20h09min

    Meu parceiro (um deles) tem 60 (sessenta) anos, e iniciou seus estudos com 50 (cinquenta).

    As melhores ações que tenho (economicamente) foi ele quem pegou.

    O cabelinho branco é muito bom para fazer o cliente soltar a grana.

  • 0
    N

    Nádia D Segunda, 05 de novembro de 2012, 13h15min

    Olá. Tenho esta mesma dúvida...tenho 45, prestei vestibular, já me matriculei, começo a estudar no próximo ano. Meus amigos mais próximos e minha família me deram a maior força. Tenho a vontade, pagar não vai ser fácil, não sei se vou aguentar trabalhar e estudar, mas se não tentar o arrependimento virá com certeza.
    Um beijo e votos para que nós duas e todos que estão fazendo o mesmo que nós consigam mais esta empreitada.

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.