Jus Dúvidas

Perguntar

Qual é a sua dúvida?

È lamentável ouvir e acompanhar a todo momento acusações alarmantes, tendenciosas e simplistas, dirigidas aos contribuintes da Previdência Social quando sob cumprimento da autarquia às obrigações ao Auxílio-Doença, Auxílio-Acidente e Aposentadoria por Invalidez.Cidadãos incapacitados para o trabalho são usados como bode expiatório, ocultando a deficiência tecnico-administrativa, adjetivados de forma pejorativa "preguiçosos, mentirosos, oportunistas etc.... e em moda agressores de médicos, novo artifício a conquistarem para entregar laudos ilegalmente, por terceiros ou pelo correio.

Sem generalizar, é reconhecido que a "qualidade de atendimento e serviços" dos funcionários e médicos é abusiva, ferindo os preceitos da dignidade de qualquer pessoa normal. Se há desequilibrio, é mais uma amostra de falta de competência ao atendimento publico. É tanto abuso na área de relações publicas que nestes setores onde ocorrem manifestações extremas de desagrado por alguns segurados: amostras que são ostentadas pelos peritos como troféus de submissão e sofrimento.

Trabalhadores fragilizados, acusados sem critério como responsáveis e culpados pelas reveladoras estatísticas da Previdência, normalmente incapazes de se defender dos ataques de "maus" perítos, que negam encarar a realidade e suas obrigações profissionais. Ouvimos a todo momento medidas restritivas aos beneficiários, reduzindo toda sorte de direitos.São temas e propostas, em maior evidência pelo Forum da Previdência. Se nota que doentes e idosos são "problema" para Previdência.

È oportuno alertar que é anormal uma pessoa sadia desejar ser doente ou inválida, isto em si, quando ocorre já é uma patologia. Essas pessoas devem ser assistidas de forma competente por médicos.Repugnante e antiético levar ao pânico de forma generalizada, cidadãos incapacitados, aterrorizando com o corte do benefício, pessoas de bem e em dia com as obrigações previdenciárias,vitímas de doenças ou invalidez, atiçadas por Peritos arrogantes, famosos pelos maus-tratos nos ambulatórios do Inss.

A maior anomalia imposta aos cidadãos "encostados" é agenciada pela Perícia Médica, Médicos regulamentados pelo Conselho Federal de Medicina, não se importando que para atingirem seus desígnos tenham que abrir mão da ética como indivíduo e como médico, por interesse financeiro, acumulam quantos empregos quiserem,e exigem todas as prerrogativas de funcionários públicos. Os cidadãos exigem a muito: Apuração e acionamento jurìdico pelo Ministério Público, Conselho Federal de Medicina. Em uma outra oportunidade vou passar aqui as normas específicas para médicos que atendem o trabalhador e alguns tópicos do Manual de Perícia Médica da Previdência Social.

Respostas

6138

  • 0
    C

    cristina bagatella Quinta, 31 de janeiro de 2008, 18h28min

    continuação..... Sem generalizar, é reconhecido que a "qualidade de atendimento e serviços" dos funcionários e médicos é abusiva, ferindo os preceitos da dignidade de qualquer pessoa normal. Se há desequilibrio, é mais uma amostra de falta de competência ao atendimento publico. É tanto abuso na área de relações publicas que nestes setores onde ocorrem manifestações extremas de desagrado por alguns segurados: amostras que são ostentadas pelos peritos como troféus de submissão e sofrimento.

  • 0
    C

    cristina bagatella Quinta, 31 de janeiro de 2008, 18h36min

    continuação.... Trabalhadores fragilizados, acusados sem critério como responsáveis e culpados pelas reveladoras estatísticas da Previdência, normalmente incapazes de se defender dos ataques de "maus" perítos, que negam encarar a realidade e suas obrigações profissionais. Ouvimos a todo momento medidas restritivas aos beneficiários, reduzindo toda sorte de direitos.São temas e propostas, em maior evidência pelo Forum da Previdência. Se nota que doentes e idosos são "problema" para Previdência.

  • 0
    C

    cristina bagatella Quinta, 31 de janeiro de 2008, 18h45min

    continuação...... È oportuno alertar que é anormal uma pessoa sadia desejar ser doente ou inválida, isto em si, quando ocorre já é uma patologia. Essas pessoas devem ser assistidas de forma competente por médicos.Repugnante e antiético levar ao pânico de forma generalizada, cidadãos incapacitados, aterrorizando com o corte do benefício, pessoas de bem e em dia com as obrigações previdenciárias,vitímas de doenças ou invalidez, atiçadas por Peritos arrogantes, famosos pelos maus-tratos nos ambulatórios do Inss.

  • 0
    C

    cristina bagatella Quinta, 31 de janeiro de 2008, 18h58min

    continuação....A maior anomalia imposta aos cidadãos "encostados" é agenciada pela Perícia Médica, Médicos regulamentados pelo Conselho Federal de Medicina, não se importando que para atingirem seus desígnos tenham que abrir mão da ética como indivíduo e como médico, por interesse financeiro, acumulam quantos empregos quiserem,e exigem todas as prerrogativas de funcionários públicos. Os cidadãos exigem a muito: Apuração e acionamento jurìdico pelo Ministério Público, Conselho Federal de Medicina. Em uma outra oportunidade vou passar aqui as normas específicas para médicos que atendem o trabalhador e alguns tópicos do Manual de Perícia Médica da Previdência Social.

  • 0
    M

    Maria das Dores Quinta, 31 de janeiro de 2008, 20h09min

    Havendo oportunidade de assinar essa manifestação contra, pode contar comigo na lista. Esses perítos parecem que nunca fizeram nem residencia hospitalar, pois das vezes que fui periciada, apertaram sem a menor técnica minha coluna fragilizada e sai do INSS gritando de dor. E ainda por cima me dão alta.... ausência de capacidade laborativa. Se eu estava apta, após o exame deles, acabei inapta! Que situação e constrangimento a gente tem que passar. Abraços

    Cici

  • 0
    M

    Maria das Dores Sexta, 01 de fevereiro de 2008, 9h47min

    Ah, Cristina, percebe-se que vc é bem conhecedora do assunto previdência. Parabéns! Assim pode nos ajudar. Queria perguntar o seguinte, sempre faço perícia na agência de Limeira. Eu poderia por exemplo, comparacer em outra agência no dia que está marcada minha reconsideração? Minha cidade não tem agência e não aquento mais ver a cara daquele povo. Disseram que entre o povo que mais atende mal, estão os da Agência de Limeira. Ou como faço para transferir minha perícia de reconsideração para outra cidade?

    Obrigada!

  • 0
    C

    cristina bagatella Sexta, 01 de fevereiro de 2008, 15h01min

    Oi Cici, obrigada por suas palavras, se precisar de ajuda, faço tudo que estiver ao meu alcance viu..... Voce falou da agencia de Limeira, se não viu aqui em Itapira!!!! Quanto a sua perícia a reconsideração tem que ser na mesma agencia que voce fez a primeira perícia. Normalmente eles fazem a perícia de reconsideração com o mesmo médico, oque eu acho um absurdo, se ele já negou, difilcilmente na reconsideração vai mudar de idéia, se não acha também? Agora quando voce vai marcar uma perícia, por exemplo : seu benefício vence dia 10/02, ai voce pode pela internet ou pelo fone 135 escolher a cidade. Quando voce entra com novo numero de beneficio também pode escolher a cidade. Todas as dúvidas que voce tiver quanto a escolha de agencias em outras cidades, ligue para o 135 que eles explicam pra voce, para esse tipo de informação eles servem. Nunca escolha Itapira viu!!!!

  • 0
    P

    Paulino Sebastianópolis do Sul/SP Sexta, 01 de fevereiro de 2008, 17h33min

    Dra. Cristina é de pessoas de coragem como a sra. que nos enche de esperança para continuar "brigando" contra as injustiças cometidas pelo INSS.
    Estou curioso para saber sobre esses tópicos do Manual de Perícia Médica da Previdência Social.
    Parabéns pelo comentário e força, sempre.

  • 0
    R

    ROQUE DONIZETE RODRIGUES Sábado, 02 de fevereiro de 2008, 11h24min

    OI , SRS
    vou fazer um resumo da resposta, que o inss, me enviou:
    que a pericia médica esta ali; para fazer reconhecimento reconhecer a incapacidade laborativa, estabelecer o reconhecimento técnico do nexo causal entre o acidente e a lesão, a doença e o trabalho a causa mrtis e o acidente. Legal .
    Os laudos que temos tanto trabalho para conseguir,exames, relatórios e utros , só servem para eles como apoio para o exame, e que a decisão do perito, não prescisa acompanhar, os papéis que levamos.E ai só reforça a idéia que são uns maus prof.... e outras coisas que já me esgotei de falar. Portanto os bons profissionais deveriam junto com seu sindicato, ministério publico e cremesp, pedir sei eu la aquem a extinção desses caras da classe médica e desse sindicato dos peritos e seu dirigente , cujos são coniventes e formam uma verdadeira quadrilha, mais um dia a casa cai , e este diretor que assina por esses canalhas (INSS), junto com o do sindicato, se expliquem perante o povo e principalmente pro ministério publico. TAI!!! E isso não é invenção minha. ANALIZEM E DEPOIS OS SRS ME FALAM!!!!!
    UM ABRAÇO A TODOS.

  • 0
    R

    ROQUE DONIZETE RODRIGUES Sábado, 02 de fevereiro de 2008, 11h31min

    Só uma correção o escrito acima refere-se a uma reclamação que fiz no ano passado para a ouvidoria surda do inss( respeitos aos def. Auditivos), ai, usei a técnica da malcriadeza , e madaram isso ai , pediram para esperar mais para a conclusão da reclamação!!! To ai.
    Grato

  • 0
    C

    cristina bagatella Domingo, 03 de fevereiro de 2008, 16h23min

    É Paulino essa coragem que eu tenho veio através de muito sofrimento, se nem queira saber!!!!! Sou uma pessoa que luto pelos meus direitos, mas isso tem um preço, voce sabe que em nosso país, quem reclama é muitas vezes mau visto pela sociedade, vou te dar um exemplo, quando vou ao supermercado fazer compras tenho costume de chegar em minha casa e já conferir a notinha, quase sempre acho erros no preço, grifo, e vou reclamar, aí a gente percebe, ninguém gosta muito não..... na hora atendem bem, mas no outro dia que voce volta, já percebo no olhar dos funcionários... lá vem aquela chata.... oque é meu é meu, oque é deles é deles.... assim é com a Previdência tenho direitos exijo que seja respeitado...

  • 0
    C

    cristina bagatella Domingo, 03 de fevereiro de 2008, 16h34min

    Oi Roque???? Esse negócio de ouvidoria é fogo..... tem que tomar cuidado..... reclamar lá pode voltar contra voce... Como eu já contei tenho uma pessoa da família no auxilio doença, uma vez fiz uma reclamação de um médico , ai na próxima perícia com ele, o médico estava uma fera, e com a alta pronta já, antes de fazer a perícia.

  • 0
    R

    ROQUE DONIZETE RODRIGUES Domingo, 03 de fevereiro de 2008, 19h13min

    Oi dna Cristina,
    então , eu to ferrado, quando eu voltar la vão estar com uma lista de nomes n mão, ai duas coisas pode acontecer, ou vão me barrar na portari e me expulsar sem alta ,e sem nada , ou vão me mandar internar alegando que sou louco por enfrenta-los. obrigado pelo toque, mais ja falei e ta falado não da para voltar atraz... viva.
    tchau

  • 0
    C

    cristina bagatella Segunda, 04 de fevereiro de 2008, 18h06min

    È Roque a coisa é complicada , se já viu reclamação feita para a própria reclamada dar certo, analise comigo, o governo manda esses perítos dar alta pra todos, ai os perítos ficam até sem jeito muitas vezes, porque na frente dele uma pessoa doente e ele tem que dar alta, ai ele tem que apelar, faz cara feia, não olha documentos como laudos, atestados etc... muito bem, até aqui tudo certo, ele está obedecendo ordens..... e ai agente liga na ouvidoria e reclama para o governo , danou-se rsrsrsrsr.......

  • 0
    P

    Paulino Sebastianópolis do Sul/SP Segunda, 04 de fevereiro de 2008, 19h58min

    Falando de Ouvidoria, aconteceu comigo.
    Uma vez solicitei que a mesma enviasse-me uma relação de endereços de APS, fui prontamente atendido, noutra reclamei do mau atendimento dos peritos.
    Aí o caldo entornou, sabem o que aconteceu?
    Entrou por um ouvido e saiu por outro.
    Disseram-me que quando se trata de perícia, não podiam fazer nada.
    E aí tive que colocar aquela bolota vermelha no nariz( sem querer desmerecer a classe).
    E vamos nóis!!!

  • 0
    M

    Maria das Dores Terça, 05 de fevereiro de 2008, 19h10min

    Oi Cristina. Valeu pelas informações. Bom, então já sei que na perícia de reconsideração vou ter que passar com o mesmo incompetente? Ah, senhor, vou procurar um psiquiatra para me dar uns calmantes! Olha, esse tipo de estresse que a gente é obrigada a passar, faz um mal tão intenso que geralmente fico tres dias de cama com a coluna travada.

    Muito obrigada pelas informações, ok? Sucesso no seu trabalho.

  • 0
    N

    Nilce_1 Terça, 05 de fevereiro de 2008, 19h21min

    Cici, não se preocupe, que a maioria de nós sentimos o mesmo que você! srsrs
    Mas graças a Deus, durante 7 anos fazendo pericia nunca passei nas reconsiderações com os mesmo da pericia anterior! ainda bem!
    Mas é incrivel, a gente fica mais doente só de olhar para a cara daqueles peritos! srsrs

  • 0
    M

    Maria das Dores Terça, 05 de fevereiro de 2008, 19h39min

    Obrigada, Nilce, depois que me cadastrei nesse fórum, me sinto mais animada ao ver que tem muitas pessoas lutando pela mesma causa e a força que dão uns para os outros.

  • 0
    R

    ROQUE DONIZETE RODRIGUES Quarta, 06 de fevereiro de 2008, 10h00min

    Oi pessoal na fila de espera , hoje (06/02), sem quer qurendo, ouvi a seguite historia de um, rapaz reclamando para o outro: pois é rapaz o médico da pericia me deu alta mais ainda to cheio de dor. Legal. ai o outro respondeu ele deu alta pra mim também , só que agora senti dor nos braços e o médico da empresa pediu um ultrassom, ai deu um problema, e ele me afastou. fui fazer pericia , etava la o mesmo médico, ele nem me olhou , e disse. RAPAZ VOCE SAIU ONTEM DAQUI CURADO ,E JA VOLTOU DE NOVO COM OUTRA DOENÇA, ANTES, ERA AS PERNAS AGORA É O BRAÇO, VOCE TA PENSANDO QUE AQUI É O QUE ? O RESTO NÃO OUVI, PORQUE SAI PARA RIR DO LADO DE FORA, NÃO DA SITUAÇÃO DO RAPAZ MAIS SIM DA MANEIRA QUE ELE ESTAVA NARRANDO O OCORRIDO ! pode ?
    tchau

  • 0
    R

    ROQUE DONIZETE RODRIGUES Quarta, 06 de fevereiro de 2008, 12h32min

    dona Cristina, a partir do dia(07/02), estarei pedindo liçença , para a sra e frequentar vosso sit, para eventuais duvidas , se a sra puder, me ajudar eu agradeço.
    novamente, muito obrigado

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Precisa de Advogado?
Do u need lawyer