Jus Dúvidas

Perguntar

Qual é a sua dúvida?

Sou mãe de uma menina de dois anos de idade, e a faculdade que estudo avisou de uma regra no final do semestre que será proibida a permanência de crianças em sala de aula mesmo acompanha dos pais. Eventualmente não tenho com quem deixar minha filha e ela precisa me acompanhar. Exite alguma lei que permita a faculdade a realizar tal regra? a faculdade como instituição já que proibindo a presença da minha filha, não deve oferecer outra opção como sala de apoio, sala com cuidadores ou algo relacionado para a minha filha enquanto eu estudo? Ou a instituição vai me obrigar a não ir para aula por ser mãe???

Respostas

29

  • -1
    I

    ISS// Quinta, 23 de novembro de 2017, 19h29min

    A faculdade esta correta sala de aula não é lugar para criança. E não a faculdade não tem essa obrigação de fornecer sala babás e etc

  • Removida

    Esta resposta foi removida.

  • Removida

    Esta resposta foi removida.

  • 0
    F

    fauve Domingo, 26 de novembro de 2017, 5h38min

    Beatrice sala de aula de faculdade não é lugar de criança e você sabe disso. Seus colegas de sala e seus professores não são obrigados a aturar sua criança e você deveria saber disso também. A faculdade não está impedindo você de estudar, a sua situação de mãe sem planejamento adequado da gravidez é que complica sua pretensão.

    Sugiro que se a criança está te atrapalhando você compartilhe a guarda dela com o pai. Vocês, e mais ninguém, são responsáveis por essa criança.

  • 0
    Pricila Gomes

    Pricila Gomes Domingo, 11 de fevereiro de 2018, 15h55min

    Isso é o cúmulo mesmo!
    Eu estudo em faculdade particular. Já levei minha filha nas diversas vezes em que precisei e tive até um grande apoio dos professores. Sou grata por isso. E não, ninguém leva filho pequeno pra sala de aula porque quer, porque acha bonito. Eu, apesar de conseguir conciliar os estudos e cuidados com minha filha, estou ciente de não deixar ela atrapalhar a aula, de ter um comportamento que não prejudique meus colegas e de estar totalmente aberta á possíveis reclamacaoes . Acredito que deveria sim ter um espaço para crianças nas faculdades. Um apoio. Cadê a tão falada luta por igualdade? Cadê o apoio ao crescimento e desenvolvimento da mulher para estudarmos? Já não bastam empresas que dispensam a mulher por ter filhos, agora a até a formação é atrapalhada? Somente dos pais a obrigação? Sim, que saudades das tribos que amparavam a criação de uma criança. E depois diz que evoluímos...

  • 0
    Marcel Munhoz Garibaldi

    Marcel Munhoz Garibaldi Salvador/BA 49185/BA Domingo, 11 de fevereiro de 2018, 16h08min Editado

    Que saudades do tempo em que as pessoas se responsabilizavam por suas escolhas e deixavam de empurrar as consequências e transferir suas obrigações para terceiros.

    Aí penso: se a faculdade criar um berçário, mas para isso aumentar o valor da mensalidade (por que nada é de graça). Vai ser aceito? Ou terá mimimi?

    Vá pra aula, vá pra festa, vá pro bar, pra onde quiser. Se seu filho não pode ir junto, deixe-o com o pai. Ele é igualmente responsavel pela criança.
    Se acertem e dividam as responsabilidades e obrigações somente com quem de direito.

  • -1
    R

    ricardo Domingo, 11 de fevereiro de 2018, 16h09min

    O fato de você estudar em faculdade particular não significa que a faculdade deva abrir caminhos para as mães que querem estudar e levar seus filhos, portanto minha cara colega, não se trata de direitos e sim de bom senso, caso contrário a Faculdade vai acabar virando uma creche......os colegas que passaram suas postagens estão certíssimos, infelizmente é algo que só você mesma pode acertar esta situação.....não encare como sendo uma critica, apenas os colegas postaram a realidade de forma muito verdadeira e cristalina..

  • 0
    Leila Franzen Boeing

    Leila Franzen Boeing Quarta, 21 de fevereiro de 2018, 23h00min

    Não sejam maldosos. A bondade faz bem. Fiz faculdade, levei meus filhos. Nunca reclamaram se a faculdade proíbe è porque alguem reclama. O mundo gira. As pessoas vão para o cemitério e levarao so suas ações. Qualquer coisa mude de faculdade. Và pra onde haja seres humanos bondosos.

  • 1
    Paloma Cristina Almeida

    Paloma Cristina Almeida Sexta, 20 de julho de 2018, 8h25min

    Na minha faculdade não temos berçario, e não não é obrigação da faculdade!
    Temos 3 maes que levam seus filhos com certa habitualidade a aula, uma bebê que ainda mama
    AS gemeas de 9 anos e os pre adolescentes da k. Mas NENHUM DELES ATRABALHA A AULA!!!!
    A loli chora quando quer mama, mama e fica de boas no carrinho dela!

    O problema não é levar pra faculdade, o problema é a idade da crianças e se ela não vai atrapalha o que de fato se faz ali!

    As gemeas ficam mais no corredor jogando no tablet que na sala, os filhos da k vão sair formados, de tanta atenção que prestam as aulas mais que muito aluno!!

  • 1
    E

    Estelar Quarta, 25 de julho de 2018, 9h55min

    Fiquei com medo desses comentários preconceituosos. Vc tem todo direito mulher, a faculdade deveria garantir o acesso e a permanência de todas as mães que estivessem nesta situação. Proibir de estudar por ser mãe? Que absurdo é esse? Eu nem estou acreditando nisso. É claro que a criança que sofre, pq está em um ambiente não preparado para ela. Mas negar o espaço de conhecimento, negar o acesso por causa do filho isso é criminoso. Ao invés de reclamarem pq o bebê "atrapalha" poderiam questionar o que o Estado e o que a própria faculdade podem fazer para assegurar os estudos da mãe e o conforto do bebê. Não aceite isso. Vidas não são mercadorias, descartáveis. Você tem todo direito é estudar com dignidade. Procure seus direitos. Todo apoio.

  • 2
    E

    Estelar Quarta, 25 de julho de 2018, 10h03min

    A faculdade está impedindo sim. Não caia na armadilha desses comentários neoliberais. A faculdade não pode ter obrigação, mas como instituição de ensino, e Educação deveria procurar formas de assegurar a permanência da mãe. Ainda mais quando proíbe está impedindo sim e isso é inaceitável. A responsabilidade é dos pais sim, mas os mesmos precisam de condições objetivas para garantir trabalho, estudos com dignidade. Então a responsabilidade também é do Estado, dos setores sociais, educativos etc

  • 0
    F

    fauve Quarta, 25 de julho de 2018, 20h26min

    Só rindo mesmo. RESUMIDAMENTE - A faculdade não tem obrigação de permitir que não alunos frequentem aulas. Fui clara?

  • 0
    H

    Hen_BH Quinta, 26 de julho de 2018, 0h37min

    Ainda mais considerando que se ocorrer algum infortúnio com a criança em suas dependências, a instituição poderá vir a ser responsabilizada civilmente pelo ocorrido.

    Além do mais, na condição de instituição privada, ela pode estabelecer regras de circulação e permanência em suas dependências.

    Caso contrário, se cada mãe ou pai resolver levar os filhos para as aulas, será o caos. Teremos um berçário, e não uma faculdade.

    Não há nenhum "neoliberalismo", desumanidade, absurdo ou algo que o valha. E nem mesmo nenhum impedimento de que os alunos assistam às aulas. Desde que ela cumpra as regras - sim, as sempre "famigeradas" regras.- ela poderá assistir às aulas normalmente.

  • 0
    Marcel Munhoz Garibaldi

    Marcel Munhoz Garibaldi Salvador/BA 49185/BA Quinta, 26 de julho de 2018, 1h40min Editado

    Qualquer comentário que chame outrem de neoliberal, sem que seu autor tenha a mínima ideia do que significa realmente esse conceito, não merece qualquer consideração.

    Como vemos, são comentários de pessoas leigas, fundamentadas no “achismo particular / ideológico” e sem qualquer respaldo jurídico.

    Esquecem-se que este é um espaço jurídico e quem posta uma dúvida espera uma resposta técnica e não uma opinião pessoal / política.

  • 0
    S

    Sissy35 Sexta, 28 de setembro de 2018, 6h14min

    Que pessoas sem consideração. Espero que nunca passem por essa situação. A mãe já é renegada em vários lugares e agora não pode estudar porque "faculdade não é lugar de criança". Se a mãe está levando, não é porque ela quer, é por falta de opção mesmo. Não é falta de planejamento. Às vezes apenas o marido e ela moram na cidade, marido viaja e ela não poderá assistir aula porque atrapalha? Onde está a empatia? Vocês todos têm mãe. Achariam certo que fizessem isso com a mãe de vocês quando crianças?

  • 0
    Yasmim Machado Morgado

    Yasmim Machado Morgado Sexta, 25 de janeiro de 2019, 1h52min

    Nossa, quantas pessoas tóxicas 🙄
    A vida de uma mãe é muito complicada, trabalho, filho, casa e me admiro uma que ainda faça faculdade ( parabéns guerreira). São negadas muitas coisas à mulher, ainda mais quando se tornam mães, toda mulher tem o seu sonho, e filho às vezes não vem com um planejamento, mas essas mães não devem parar a vida por isso. Parabéns minha querida por continuar com teus sonhos, pelo o que eu sei, a instituição sendo particular pode determinar as regras, aconselho a fazer um abaixo assinado para ficar, leve bastante assinatura dos teus colegas de classe e tals

Precisa de Advogado?
Do u need lawyer