Ação de execução de alimentos

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA DE FAMÍLIA-

 

 

 

 

 

 

Nome e qualificação dos Exequentes, por sua advogada que subscreve a presente, com endereço comercial nesta cidade sito ..........-, onde receberá intimações, com fulcro no artigo 528 . do CPC, vêm à presença de V.Exa., propor a presente

 

CUMPRIMENTO DE SENTENÇA (PELO RITO DA PENHORA)

 

 

Em face de Nome e qualificação, pelos motivos de fato e de direito que passa a expor:

 

 

PRELIMINARMENTE

DO PEDIDO DE GRATUIDADE DE JUSTIÇA

Requer-se a concessão dos benefícios da gratuidade da justiça, nos termos do artigo 98 do Código de Processo Civil, e da Lei n.º 1.060/50 e alterações posteriores, visto que os Requerentes são estudantes, não exercendo trabalho remunerado, portanto não reúnem condições de suportar as despesas com custas processuais e honorários advocatícios, sem prejuízo de seu sustento e de sua família, conforme declaração de hipossuficiência anexada a presente, assim como a declaração de imposto de renda deste último exercício fiscal.

 

 

DOS FATOS

No Processo .........., que fixou os alimentos destinados aos exequentes, foi sentenciado que o Executado deveria pagar a título de pensão alimentícia o correspondente a .....salários mínimos, sendo ......... SM para cada filho, in verbis:

(...)inserir a sentença/decisão

O trânsito em julgado da r. sentença se deu em .......

O Executado veio cumprindo com sua obrigação de prestar alimentos na forma determinada na r. sentença até ...., posteriormente reduziu o valor dos depósitos voluntariamente até que passou a pagar a pensão da forma como bem entendesse, deixando o encargo para a genitora dos exequentes.

Destarte, pelo presente rito, busca-se a satisfação forçada da obrigação alimentícia devida aos autores, ora exequentes, e voluntariamente inadimplida pelo seu genitor, cingindo-se, repita-se, à cobrança daquelas prestações fixadas em decisão judicial.

Neste sentido, o Executado é devedor de ........... como se comprova através da planilha que se segue:

 

DA MEMÓRIA DE CÁLCULO:

Inserir memória de cálculo

 

PENHORA DOS BENS DO EXECUTADO

Com fulcro nos artigos 831 e 935, ambos do Código de Processo Civil, acaso o executado não venha adimplir a obrigação, os autores suscitam de pronto as prerrogativas dos preceitos legais acima mencionados para promover a efetividade do cumprimento da sentença.

Desse modo, caso haja o não pagamento do executado, deve ser deferido o bloqueio on-line via BACENJUD no importe suficiente ao pagamento do crédito ora reclamado (STJ, 3ª Turma, REsp 332.584-SP, rel. Min. Nancy Andrigui, j. 12.11.01; RT 843/318; RP 134/216, dentre outros).

 

 

DOS REQUERIMENTOS

Ante o exposto, respeitosamente REQUER a Vossa Excelência se digne em:

  1. Seja deferido o pedido de Gratuidade da Justiça, nos termos do artigo 98 e seguintes, da Lei nº 13.105/ 2.015, artigo 5º, inciso LXXIV, da Constituição Federal e artigo 4º, da Lei nº 1.060/ 50, por não possuírem condições financeiras para arcar com as despesas e custas processuais, sem prejuízo do próprio sustento e de seus familiares;

  2. nos termos do CPC 513, § 4º, seja determinada a intimação do executado, sendo a diligencia realizada através do Sr. Oficial de justiça, para pagar o total do débito, conforme tabela de cálculo anexa, no prazo de 15 (quinze) dias, sob pena de incidir multa de 10% (dez por cento) e honorários advocatícios no mesmo percentual de 10% (dez por cento), além de sujeitar-se a penhora de bens .

  3. a condenação do executado ao pagamento das custas e despesas processuais, além de honorários advocatícios, no importe de 10% (dez por cento) sobre o valor atualizado do débito, nos termos do § 1º, do artigo 523, do CPC;

  4. na eventualidade de inadimplemento após o decurso do prazo, requer, desde já, o prosseguimento da execução, determinando a pesquisa, bloqueio e penhora de valores e bens, através dos sistemas: BACENJUD;  INFOJUD (especialmente IRPJ e DOI);  ARISP;  RENAJUD;  expedição de ofício à CAIXA Econômica Federal, gestora das contas do FGTS, PIS, e ABONO salarial, para que informe acerca de saldos mantidos naquela instituição em nome do executado;

  5. Requer-se ainda, expedição de ofício a Delegacia da RECEITA FEDERAL, para que forneça cópia das últimas declarações de imposto de renda do executado; se frustrados todos os pleitos supra, a inscrição do nome do devedor nos cadastros restritivos de créditos (SPC e SERASA), conforme autoriza o inciso IV, do artigo 139, do CPC;

Protesta provar o alegado por todos os meios de prova em Direito admitidas, requerendo, desde já, a juntada da documentação anexa.

Atribui-se à causa o valor de ....

T. Em que,

P. Deferimento.

Datar

Assinar

 


Autor

  • Andrea Vieira

    Andrea Vieira advoga há mais de 23 anos na área cível, prestando serviço jurídico de alta qualidade, com resultados expressivos em seus casos e atendimento humanizado, proporcionando uma experiência personalizada para cada novo cliente do escritório.

    Em constante busca pelo aprimoramento na profissão, encontra-se na mídia com diversos artigos publicados, além de E-books voltados para advogados iniciantes, os quais ensinam a prática jurídica.

    Nosso endereço eletrônico https://www.avadvocaciarj.com.br/

    Textos publicados pela autora

    Fale com a autora

    Site(s):

Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pela autora. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Tratamento de Dados do Jus.

Regras de uso