Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. paulo valery
    10/12/2005 03:06

    Prezados:

    Quitei meu veículo a mais de 05 anos, mas como em 1999 houve a alta rependina do dolar paguei pelo INPC, já que a financeira assim o permitiu. No entanto, como não houve qualquer ação interposta por mim ou por qualquer órgáo de defesa do consumidor contra a financeira para a discussão de qual índice deveria prevaler e até agora não houve qualquer cobrança, pergunto Qual o prazo que a financeira tem para me cobrar esta diferença das pacelas? Se prescreveu, o que devo fazer?

    Grato,

    Paulo

  2. Juliana Parísio
    30/12/2005 11:08

    Não faça nada. Se não cobraram de vc até agora é porque está tudo correto. Só não podem é incluir seu cadastro no rol dos inadimplentes antes de notificá-lo, ao menos, por duas vezes, para que se justifique. Portanto, se não lhe incluiram nesses cadastros nem avisaram nada e já fazem mais de cinco anos, não há como ingressarem com qualquer ação contra vc porque está prescrito o direito deles de cobrar qualquer valor. Espero que tenha contribuído para o esclarecimento!

  3. José Liberato
    29/04/2009 17:26

    Antes de mais nada gostaria de agradecer o forum por deixar as portas abertas para que possamos trocar experiencias e tirar algumas dúvidas.
    Bom voltando ao assunto do leasing, o meu caso e identico ao do amigo Paulo Valery, só que a documentação esta com o banco e segundo eles se não for pago o valor residual ou seja a diferença do dolar que ficou fixada na epoca a R$ 1,21 eles não libera a documentação para que seja feita a transferencia e tem mais o residual esta sendo corrigido pelo valor do dolar do dia, o que eu devo fazer neste caso. O meu carro já foi quitado a mais de 9 anos. Agradeço a atenção de todos e fiquem com Deus e fico no aguardo.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS