Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. paulino g.
    01/03/2009 21:38

    Ao segurado portador de Espondiloartrose, doença degenerativa articular incapacitante, quais são as chances de se aposentar por invalidez?
    Há alguém nesse fórum que possa informar-me ou que conheça algum segurado que tenha sido aposentado por essa doença?
    Desde já, agradeço.
  2. Backs
    01/03/2009 22:19

    Meu amigo Paulino,não querendo ser pessimista,estou sem rumo,fora do inss,auxilio indeferido e sem poder voltar a trabalhar,o medico que faz a consulta de retorno ao trabalho nem quer arriscar o CRM dele, marcou como INAPTO, não permitiu a volta.Pois bem,fiz uma ressonancia e o resultado foi este. Parafuso de titaneo quebrado,pois passei por uma cirurgia na coluna a 10 anos.
    OSTEOFITOS MARGINAIS DIFUSOS
    ESPONDILOARTROSE
    LAMINECTOMIA AMPLA L5SI
    PROTUSÃO DIFUSA DE L3-L4
    PROTUSÃO MEDIANA DDE BASE LARGA EM L4-L5
    PROTUSÃO DIFUSA MEDIO LATERAL E FORAMINAL A DIREITA EM L5-S1
    REDUÇÃO DOS FORAMES NEURAIS DE L4-L5 e L5-S1 BILATERALMENTE
    ARTROSE INTERFACETARIA DIFUSA
    HIPOTROFIA DA MUSCULATURA PARAVERTEBRAL FOCALIZADA

    e o Perito diz que não tenho nada e indeferiu o auxilio,porrogação e reconsideração. To encaminhando pela justiça.
    Um bom dia para vçs
    fique com DEUS
  3. clodoaldo
    02/03/2009 13:38

    e ai sr paulino tudo bem ?
    eu tambem tenho espondiliartrse e outros bichos , mais !!!!!!! , estamos na luta , pensei que o sr ja tinha aposentado , mais não vamos desistir ,boa sorte.
    um abraço
  4. clodoaldo
    02/03/2009 13:41

    bom dia valter
    isso ja cansei de ouvir de perito , agora acreditar em quem ? no barbudo ?
    boa sorte
  5. paulino g.
    02/03/2009 19:49

    Caros amigos Valter e Clodoaldo pelos seus relatos, quem for portador UNICAMENTE de Espondiloartose tá "frito" diria até, com poucas chances de obter o benefício de Auxílio-Doença que dirá Aposentadoria por Invalidez!!!
    Mas aguardemos por mais relatos.
    Obrigado.
  6. Backs
    02/03/2009 21:25 | editado

    Passei por uma cirurgia de Artrodese na Coluna em 1998, onde foram colocadas 02 hastes e 04 parafusos de Titaneo,
    De lá para cá começou me incomodar um pouco as dores nas costas, e em outubroro de 2008 fui para a Capital do meu estado para me consultar com O Médico que me operou e com Rx e tomografia descobrimos que um parafuso esta quebrado, outro fora do lugar onde havia sido parafusado, e alem disto mais um escorregamento de vertebra com uma Hérnia.
    Este Cirurgião me deu um atestado e me recomendou a procurar o INSS.
    1ª Pericia

    1- Na primeira pericia não queriam aceitar o Atestado Médico por ser uma xerox
    2- Queria o laudo do Rx feito pelo Radiologista
    3- Achou que o Padrão de Quesito com os Cids tinha que ser mais completo
    4- Pediu um Rx atualizado com laudo do Radiologista
    5- Pediu um laudo ou um parecer de um 2º Médico Ortopedista
    6- Pediu a receita do remédio que estou tomando para dor
    7- Queria saber o que eu iria para fazer para resolver o problema, no fim ele acabou me dando 02 meses de Auxilio Doença e marcou uma segunda Pericia.
    8- Não instruiu quanto aos documentos que deveria trazer
    Fui consultar um Ortopedista em uma cidade maior, onde tem Especialistas de Coluna,
    alem do laudo ele fez uma Declaração,sugerindo aposentadoria.
    2ª Pericia

    Fui encaminhado para um outro Períto que não tinha nenhum conhecimento do meu caso
    1- Nem leu a declaração do Médico
    2- Pediu se mais provas, mostrei a Tomografia,ele nem conferiu e só leu no laudo do Radiologista que o p/fuso pode estar calcificado e dai disse que se alguem levar um tiro nos ossos e a bala ficar calcificado o sujeito pode trabalhar normal.
    3- Sou muito novo para ter este problema
    4- Pediu o que eu estava tomando pra dor, falei que era qualquer comprimidor pra dor, riu.
    5- Era pra voltar ao trabalho e falar com o dono da empresa contratar um funcionario para me ajudar ou achar um setor em que não fique muito tempo sentado ou de pé.
    6- Indeferiu o meu Auxilio
    7- não chegou a me consultar
    3ª Pericia - Reconsideração

    r). Pois bem, alem dos documentos que eu ja tinha, 03 atestados, eu fiz mais uma consulta com um terceiro Médico Especialista em Coluna , e ele depois de ver as Tomografias e consultar, me aplicou uma injeção nas costas para amenizar a dor, e me encaminhou para fazer uma ressonancia para reforçar o laudo e ter uma segundo opinião conforme solicitado pelo "Períto", e recebi dele um atestado para 90 dias, para fazer um tratamento , aceitei por ser mais perto de minha cidade e ter boas referencias quanto a este Profissional.

    Simplesmente não acatou nada do que foi levado e disse que precisaria que os Médicos, alem de preencher o tal do padrão de quesitos, tem que mandar um documento fazendo uma descrição mais apurada do que eu tenho e o que vai ser feito para resolver o meu problema, que somente mandando atestados e os CID`s M 43.1 , M 54.3 , M 96.0 E CID M 96.1 não tem como avaliar O QUE O PARAFUSO QUEBRADO PODE ESTAR ME CAUSANDO, desprezando todos outros problemas que os laudos apontam, então eu pedi que ele nos informe quais documentos precisa trazer, disse ele que não pode nos informar,que seria falta de ética profissional.
    Quando eu falei que tinha Diabete mellitus 2, controlada,sugeriu ele que a propria Diabete provoca dores nos nervos e na coluna.Pois bem,a poucos dia fiz uma ressonancia e o resultado foi este. .
    OSTEOFITOS MARGINAIS DIFUSOS
    ESPONDILOARTROSE
    LAMINECTOMIA AMPLA L5SI
    PROTUSÃO DIFUSA DE L3-L4
    PROTUSÃO MEDIANA DDE BASE LARGA EM L4-L5
    PROTUSÃO DIFUSA MEDIO LATERAL E FORAMINAL A DIREITA EM L5-S1
    REDUÇÃO DOS FORAMES NEURAIS DE L4-L5 e L5-S1 BILATERALMENTE
    ARTROSE INTERFACETARIA DIFUSA
    HIPOTROFIA DA MUSCULATURA PARAVERTEBRAL FOCALIZADA, diz o Perito o que
    consta nos Padrões de Quesito, atestados, laudos, rx e tomografias não tem como
    o comprovar nada. Sinceridade,, não sei o que fazer.

    O meu Auxilio-Doença foi indeferido, e pediu que eu volte ao trabalho e entre num acordo com o dono da empresa.
    Para terminar, depois de voltar para a empresa me encaminharam para fazer a consulta com o Médico do Trabalho e ele vendo todos os Rx, tomografias,laudos e atestados, ME COLOCOU COMO INAPTO PARA A FUNÇÃO, BLZ, agora sem auxilio e fora da empresa.
    Mais um Brasileiro inconformado
  7. Silvia Moreira
    23/03/2010 00:07

    Caros colegas,

    Pode ser ajuizada ação previdenciária junto a Justiça Federal.
    Até 60 sal.min. pode ajuizar sem assistência de adogado em primeira instância.
    Na fase de recurso, há necessidade de advogado, mas o juiz poderá nomear-lhe um defensor, caso necessite.
    Informe-se sobre a Lei nº 1060/50 - assistência judiciária, pois caso necessite poderá ficar isento de honorários de advogado e perito.
    Dirija-se até a Justiça Federal e leve laudos médicos, exames, atestados, receitas, documentos pessoais, comprovante de endereço, carta de indeferimento do benefício (comunicado de decisão), etc.
    O juiz nomeará um perito médico judicial para elaborar um laudo equidistante das partes, para depois decidir.
    Se na sua cidade não houver Justiça Federal, então poderá ser ajuizada na Justiça Estadual.
    Atenção: se for decorrente de acidente de trabalho, a competência será da Justiça Estadual (art. 109, inciso II, da Constituição Federal/88).


    Boa sorte!

    Foz do Iguaçu/PR
  8. Silvia Moreira
    23/03/2010 00:16

    Quanto a possibilidade de aposentadoria por invalidez, vai depender do laudo médico do perito nomeado pelo juiz.
    Para a aposentadoria por invalidez são analisados vários aspectos, tais como, se a incapacidade é temporária ou permanente, total ou parcial; se incapacitante apenas para a função atual; idade, grau de intrução, possibilidade de reabilitação profissional, reinserção no mercado de trabalho etc........
    Enfim, cada caso é um caso.

    Abraços.
  9. karina_lidiane
    25/07/2010 14:05

    Boa tarde. Gostaria de saber qual é a sua condiçao hj em dia, pois jah se passaram mais de 1 ano desde q vc postou aki o ocorrido.
    Meu marido conseguiu o Auxilio doença no ano passado por suspeita de cancer na coluna, pois ele tem espondiloartrose, mais 1 hernia de disco ( 1 jah foi operada a 5 anos atras), artrose nos ombros, e outras coisas mais. Mas o q impressiona realmente é vc com tudo o q fez para conseguir o auxilio, ter sido negado. Espero q sua situaçao tenha melhorado meu caro.
    Abraço.
  10. Cleide Brolio
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    01/08/2013 19:08

    boa noite já escrevi a vcs e foram muitos atenciosos comigo por isso venho novamente para complementar meu estado de saude e peço a vcs para me orientar: fiz ultra-seom do ombro esquerdo e o resultado foi dentinite supraespinhal, sinais de bursite subacromial/subdeltóidea, artrose acrômio clavicular exame de eleneuromiografia radiculopatias cervicais, sindrome do tunel do carpo, membros inferiores radiculopatias lombares multiplas crônicas;espondiloartros,artrose interfacetarias,discopatias degenerativas desidratativas cervicais, protusões discais centrais C5-C6 e C¨-C7, discretos abaulamentos discais C3_C4e C4-C5e mais algumas coisas mais gostaria que vcs me orientassem para que eu possa aposentar desde já muito obrigada
  11. Cleide Brolio
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    06/08/2013 10:57

    por favor responda essas minhas perguntas

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS