boa noite amigos moro aqui em mcampo grande ms, em 2004 comprei uma casa por uma imobiliaria aqui nesta cidade em 2006 apareceu um oficial de justiça dizendo que minha casa havia sido penhorada por uma divida antiga do antigo propietario com um socio, rapidamente entrei com embargos de terceiro que a juiza deu improcedente, o antigo propietario fugiu p/ sao paulo estou com medo de perder minha casa que comprei e paguei tudo certinho como faço p/ processar esta pessoa que esta em sao paulo ? posso processar daqui de campo grande? ha outra pergunta ! na epoca que comprei fiz o deposito da minha conta p/ a conta dele e cinco mil de comissao p/ imobiliaria como o imovel era metade das filhas ele trouce uma procuraçao de ambas dando poder de venda da parte delas sera que posso processar elas tambem essas eu consegui localisar pela internet uma e advogada e a outra jornalista em sao jose do rio preto agradeço a força pessoal ..........

Respostas

2

  • 0
    W

    Wcorrea Quinta, 17 de junho de 2010, 21h27min

    Boa noite;

    Caso queira receber uma indenização por danos materiais e morais daqueles que lhe venderam um imóvel que não poderiam ter vendido, o foro de sua cidade é competente para tanto, pois o Código de Processo Civil estabelece em seu art. 100, inc. V, alínea a:

    Art. 100 - "É competente o foro:

    Inc. V - do lugar do ato ou fato:

    Alínea a - para a ação de reparação do dano".

    Seu advogado pedirá a citação, por carta precatória, dos réus que residam em outra comarca.

    Quanto à outra pergunta, tem-se que sem a outorga das procurações pelas filhas do vendedor a este, a transação imobiliária não teria se concretizado, outrossim, ao outorgarem a ele as ditas procurações, elas se tornaram também responsáveis pelos atos que ele praticou em seu nome, delas.

    Recomendo-lhe o patrocínio de advogado.

  • 0
    W

    Waldemar Marques Fer Sábado, 23 de abril de 2011, 20h43min

    muito agradecido por vossa receptividade fraterna e cortez. Boa Páscoa!

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região