Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. FÁTIMA GONÇALVES
    06/01/2012 23:06

    Tenho um amigo que tem um filho de 5 anos e que mora com ele e sua família desde seu nascimento.A mãe do menino mora no mesmo município e alega ao pai de seu filho e a sua família não ter condições de criar o filho,mas passa meses sem vê-lo e nunca ajudou em sua criação.Com outras pessoas a mãe do menino alega que o pai e a família a obrigaram a abandoná-lo,sendo que quando falam pra entrar na justiça,ela se contradiz em suas versões,sem falar que a mesma não dá bom exemplo ao filho sendo completamente desnaturada e sem compromisso.Um advogado que trabalha no mesmo município dos pais do menino,alega que qualquer hora que a mãe aparecer e quiser levar o filho ela poderá e que se ajuizarem uma ação o pai estará perdendo tempo e dinheiro.Gostaria de saber se existe um meio do pai requerer na justiça a guarda do filho sem perigo de perdê-la,pois,o pai do menino tem receio de entrar na justiça e a mãe do menino também brigar pela guarda e acabar guanhando.O que o pai pode fazer nessas situações?Obrigada!
  2. S.Beatriz
    06/01/2012 23:36 | editado

    Boa Noite Fátima, em primeiro lugar o pai requereu em juizo a guarda provisória do filho? se requereu ele terá que ajuizar uma ação pedindo a guarda definitiva do filho.
    Caso não tenha requerido a guarda que ele o faça o mais rápido possivél. Porque se a mãe requerer a guarda com certeza ela irá ganha-lá. Pois juiz nehum tira filho de mãe, a não ser que ele consiga provar com documentos, depoimentos pessoais, que a mãe não está apta moralmente, nem financeiramente para cuidar do filho.

    Att. S.Beatriz
  3. Janaina Mesquita
    06/01/2012 23:45

    Boa noite Fátima,

    O instituto da Guarda é justamente destinada a regularizar a posse de fato da criança. Como o pai nesse caso possui a posse de fato, ele deverá regularizar sua situação entrando com o pedido de guarda. A Constituição legitima a guarda monoparental àquele genitor que, efetivamente, mais proteja os interesses das crianças e dos adolescentes, sem preferência pelo gênero.

    Att,
    Janaina
  4. Marcella Nascimento
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    07/08/2012 15:22

    Meu marido tem um filho de 1 ano e 8 meses qe esta com nós desde seu 1 ano ,
    a mãe dele ficou gravida e nem sabia qe estava , ganhou a criança prematuro, e fez de tudo pra abortar , isso eu digo porqe amigos dela contou ..
    meu esposo é muito apegado ao filho e eu tbm , o menino veio pra ficar umas ferias com nos e na hora de devolver a mãe começou enventar desculpas dizendo qe nào poderia cuidar qe a mãe dela avó da criança tbm não , e qem cuidava do nene era a avo dele materna a màe mora em um acidade vizinha tem um outro filho de 7 anos qe qem cuida é a avo , qe mora com os pais dela (bisavós da criança), o menino chegou com a gnt com adenoide ,algo qe corremos e ja fizemos a cirurgia Meu esposo ganha um salario muito bom , ela trabalha e tdo mas desde qe a criança esta com nós ela não deu um centavo pra ajudar .
    Mas depois de tudo isso a mãe da criança diz qerer pega-lo ,coisa qe não o vê a 5 meses, pois moramos em estado diferente, ela em RS e nos em SC, ele se da super bem com a gnt .
    Gostaria de saber se meu esposo tem alguma chance de conseguir a guarda da criança ?
    obg , aguardo .
  5. Pais Por Justiça
    29/10/2012 09:49

    bom dia, gostaria da ajuda e voces em um caso um tanto complicado por favor, obrigado

    http://jus.com.br/forum/310280/por-favor-ajudem-guarda-de-filho-para-o-pai/?PostBackDiscussion=NewAction
  6. Lilian D'Eleutério
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    09/03/2013 01:57 | editado

    Nossa Fátima vc contou o que estamos passando aqui em casa, será q meu irmão não é esse seu amigo ? kkkk a mãe abandonou o filho por causa de homem não ia ve-lo não dava assistência e hj em dia ela qr ser a mãe perfeita , mas não por amor e sim por vingança querendo tirar o menino q está aqui em casa há 5 anos, tentando criar uma história de alienação parental com frases feitas que não é a realidade. Incrível como existe gente baixa e lixo nesse mundo !!!! Mulheres parideiras e não mães de fato.
  7. Julianna Caroline
    11/03/2013 16:58

    Marcella diga a seu marido que peça a guarda do filho com tutela antecipada ou liminar.
    Nao deixem que ela pegue a cça!!
  8. mariagomessouza
    11/03/2013 17:08

    Meu filho registrou uma menina. Depois de 5anos a mâe disse que ele nâo e o pai biologico. E nâo deixa ver a mesma. O que fazer.
  9. mariagomessouza
    11/03/2013 17:08

    Meu filho registrou uma menina. Depois de 5anos a mâe disse que ele nâo e o pai biologico. E nâo deixa ver a mesma. O que fazer.
  10. Julianna Caroline
    11/03/2013 17:31

    Mover ação de Negatória de paternidade.
    Ele deve procurar um advogado pra isso.
    Ou se ele quer ver a menina e ignorar o que ela disse, mover ação de regulamentação de visitas.
  11. Valdemir Alves
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    13/10/2013 06:28

    Meu caso é semelhante!
    Minha mulher saiu de casa e me deixou com nossos 2 filhos menores de 4 anos.
    Faz uns 6 meses ela não ajuda em nada, ela nunca trabalhou assim que conseguiu trabalho me deixou, desempregado e com a minha filha doente.
    Eu entrei com o pedido de ficção de guarda e Direito de visita para a mae já que ela mau vem ver os filhos.
    No dia do acordo na defensoria ela não quis nada, o meu aacordo era visita livre pra ela é não ter pensão, ela não quis!
    Então a defensora disse que o melhor seria a Guarda compartilhada, uma semana as crianças com migo e outra semana com ela, a mãe também não quis!
    Gostaria de saber quais chances ela tem de pega a guarda?
    Ela paga aluguel, eu tenho cada própria quando saiu pra trabalhar meus filhos ficam com a avó, eles ficam com minha família, pois a minha ex não tem família aqui em São paulo.
  12. Binatti
    17/10/2013 10:39

    Guarda Definitiva - Primeira vez que me separei, fui embora para Rondônia, tenho um filho de 6 anos, ele não quis ficar com a mãe, assim o levei, após 6 meses, resolvemos morar juntos novamente, ficamos por um ano, minha ex mora com a família de 5 pessoas de 3 pais diferentes, a casa é uma balburdia, meu filho só fica comigo, eu lavo sua roupa, alimentação, escola, diversão, de vez em quando a mãe o leva, mas não em jeito, ele me liga para busca-lo, na casa dela é só festa, bagunça, homens entrando e saindo, mulheres que inclusive já perderam seus filhos etc..., a mãe é negligente e não compra uma meia pro filho, ele me diz: Pai eu quero falar pra Juíza que quero ficar com vc. Quais minhas chances de conseguir a guarda definitiva?, cada vez que ele frequenta a casa da mãe ele regride em quase tudo, até no português, pois ele está aprendendo a ler. Os irmãos menores dela ficam na casa sozinhos, e são obrigados a limpar, cozinhar, são escravizados pela irmã dela.
  13. Julianna Caroline
    17/10/2013 13:37

    Binatti

    Vc já tem a guarda de fato, uma vez que a genitora só o leva de vez em quando.
    Entre com pedido de regulamentação de guarda e explique que a cça mora com vc, é sustentada integralmente por vc e a genitora o pega as vezes para passar o dia.
    Boa sorte**
  14. douglasoli
    26/12/2013 15:52

    Ola, tenho 24 anos e uma filha de 4 anos na qual hoje mora com a mae de 26 anos, a menina sempre morou com nos quando casados, mas ja tem dois anos que separamos, ela ficou com a guarda e levou a menina para morar com ela, sendo que moro em goias e ela foi para sao paulo, nessa ida minha filha ficou doente e queria muito voltar, ela n ficou nem uma semana com a mae e ja voltou! Ela ficou morando comigo e minha mae, nesse meio tempo eu me casei novamente e comecei a morar com minha esposa, e minha filha continuou com minha mae, mas as duas casas sao num mesmo terreno entao ela sempre estava comigo!
    Mas agora nas ferias deste ano julho 2013 , a mae que as vezes ligava para filha, veio buscar a menina nas ferias, e nao trouxe mais, alegou que é a mae, e que tem a guarda! eu pago pensao regularmente, mas quero minha filha comigo e ela tambem quer estar comigo! Vou buscar ela para passar ferias em janeiro, mas a mae esta pondo dificuldades, disse que nao quer nossa filha junto de minha atual esposa, e disse que so levou a menina para morar com ela porque nao queria a filha dela com minha esposa! nao tenho como ir ver minha filha aos finais de semana porque é muito longe, quero a guarda definitiva! a mae de minha filha ja tem um menino de 8 anos que ela nunca quis criar e mora com a mae dela, e eu tenho uma renda superior a dela! como faço?
  15. Joaoj Anjos
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    23/06/2014 21:51

    minha ex fugiu com minha filha de 3 anos sabado dia 14 junho,não sei oq ue faço estou sofrendo muito,pois minha filha praticamente ficava com minha familia,ela não tinha tempo pra menina devido a trabalhar na area comercial,a uns 3 meses ela foi mandada,mas mesmo assim minha filha ficava mais com minha familia do que com ela,tinha semanas em que ela ficava até 3 dias sem ver a menina,ela pediu o registro de nascimento da menina pra viajar para a acasa da mae dela com ela,ficou quase um ems em outro estado e quando voltou disse que tava querendo ir embora dia 14 junho fui conversar com um advogado pra ver meus direitos, e comuniquei a ela que ia entrar pedindo a guarda da menina,simplesmente ela figou pros familiares dela e sumiu com minha filha pra são caetano do sul,eles não querem dar o endereço de lá,e quando alguém aqui de casa liga pra casa deles eles tratam mal,não deixam a menina convrsar por ela si,ficam pponhando palavras na boca da menina,minah mae perguntoua minha filha se ela queria vir embora pra casa do pai e ela respondeu que a vó dela briga com ela não deixa,minha filha esta lá sem a sua vontade apesar de ela ter só 3 anos,ela era muito apegada a minha familia,pois deus que nasceu sempre morou na casa da minha mae por favor me ajudem.....
  16. 32...
    23/06/2014 22:08

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Tenho q rir p/ nw chorar (as mulheres podem fz oq qiserem, depois é só chorar na frente do juiz e dizer , estou arrependida, q ela terá a guarda na hr q ela qiser) e td mundo sb disso principalmente qem trabalha com direito. No código é lindo "direitos e deveres iguais" + a vdd é direitos p/ mulheres e deveres p/ os homens, só acho q a justiça deveria ser absolutamente imparcial + a verdade é q nw é.


    A minha crítica nw é contra as mulheres e sim contra a justiça q faz isso acontecer.

    Uma "mãe" pode renunciar a seu filho o deixando p/ adoção o pai jamais ele sendo pai ou nw tem q pagar pensão e se provar q nw é seu filho, aqele dinheiro q foi pago jaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa eraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa e nw adianta me dizer q nw é pq é sim.


    "O feminismo acaba qndo o "Titanic contemporâneo" começa afundar, pq ai qerem mulheres e crianças salvas primeiras!!!


    Ai eu pergunto pq nw homens e crianças primeiros?
  17. Pai Protetor
    24/06/2014 11:36

    Eu tenho a Guarda Unilateral da Minha Filha de apenas 4 anos, e já faz um ano!
    Minha Ex-Mulher Fugiu para outro estado, fui atrás de pistas, cheguei a cidade, subi e desci rua, dormi 3 dias na rua, até a hora que eu achei a minha, peguei ela voltei para a minha cidade, e Hj eu tenho a Guarda dela!

    Ou seja, corra atrás, não fique nos telefones, vai atrás,. dê provas para o juiz que você pode cuidar melhor da sua filha.

    Passei por 4 psicólogos ao longa do processo de garda, e todos foram taxativos, que seria melhor a minha filha ficar cmg, ao invés da mãe!

    Boa Sorte para vcs!

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS