Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Anaih
    06/05/2012 22:02

    Meu esposo recebe auxilio doença desde 2007, porem em 2009 teve alta do INSS e o medico da empresa não deixou ele retornar, sendo assim ficou 1 ano sem beneficio nenhum. Em 2010 entrou com uma ação contra o INSS, e voltou a receber, pois agora ja foi feito toda a pericia e o perito deu como acidente de trabalho e agora 21.04.12 está na mesa do Juiz. Minha duvida é:

    - O juiz geralmente aprova o laudo do perito? Quanto tempo pode demorar a resposta?
    - Se for julgado como acidente de trabalho, qual a responsabilidade da empresa e do INSS perante o funcionário? Tem direito o que? FGTS, PLR retroativo, 50% aux. acidente? O juiz determina isso tambem? Como fica o pagto do beneficio, direto com o INSS ou passa pela empresa e desconta na GPS?

    Grata.
  2. InteressadoEmDireito
    09/05/2012 18:08

    Ola Anaih!

    -O juiz geralmente aprova o laudo do perito? Sim
    -Quanto tempo pode demorar a resposta? Eu não sei lhe responder esse item.
    -Se for julgado como acidente de trabalho, qual a responsabilidade da empresa e do INSS perante o funcionário?
    FGTS: A empresa deverá recolher o reatroativo e quando o seu marido retornar terá um ano de estabilidade.
    PLR: Depende do acordo sindical, ver no sindicato.
    50% do auxilio acidente: Não tem direito quando o segurado receber o auxilio doença, ele fica desativado.
    -O juiz determina isso tambem? O juiz pode determinar o esta solicitando referente ao INSS e não sobre a empresa.
    -Como fica o pagto do beneficio, direto com o INSS ou passa pela empresa e desconta na GPS? Tudo com INSS pois o contrato da empresa esta suspenso.

    abraços
  3. Anaih
    10/05/2012 23:12

    Muito obrigada, me ajudou esclarecer minhas duvidas.

    Abraços.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS