Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. angellima
    30/07/2012 00:04

    Meu tio comprou uma casa ha 17 anos, não tem escritura apenas contrato de compra e venda, minha avó sempre pagou o iptu do imóvel pois meu tio faleceu, assim como o antigo dono do imóvel, agora minha avó vendeu pra minha mãe e nossa dúvida é se há alguma possibilidade de se fazer uma escritura no nome da minha mãe, acredito que com todos os iptus pagos durante esses anos não haverá problema pois revela zelo ao imóvel, outra dúvida é que minha mãe cedeu para eu construir nos fundos pois já tem uma estrutura erguida, como eu posso garantir que minhas irmãs não me tirarão de lá futuramente caso aconteça algo com minha mãe, há algum contrato de concessão para eu construir que me resguarde os direitos afinal vou investir no imóvel e não quero perde-lo, também será dividido o iptu e as prestações da compra da casa então terei direitos também, sei que todas as notas dos gastos devem ser guardadas..por favor me ajudem nessas dúvidas, há algum documento em cartório ou recibo que posso fazer para me precaver, minha irmã é muito ambiciosa e já me colocou na rua uma vez, afinal esse imóvel não tem escritura e não sei como posso ter direito mesmo pagando também por ele.
  2. angellima
    30/07/2012 00:31

    li sobre contrato de concessão de superfície, eu mesma posso pegar um modelo da internet e levar no cartorio de imovel?isso me resguarda de algo?
  3. angellima
    30/07/2012 13:46

    pode se entrar com ação de usucapião mesmo a minha mãe tendo comprado esse imóvel agora neste mês? os iptu estão pagos desde 95 pela minha avó, é garantido essa ação?parece ser bem complicado ainda mais para desmembrar o terreno tbm para eu não ter problemas com minhas irmãs lá na frente, apesar da minha mãe dizer que é meu e do meu padrasto caso ocorra algo com ela, afinal nós estamos ajudando a pagar a compra.
  4. angellima
    02/08/2012 11:37

    mesmo minha mãe conseguindo a escritura qual o procedimento para que possa ser construido nesse terreno?ou é melhor não arriscar?
  5. Prisca Moda
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    24/09/2012 14:04

    Angellima, tenho uma dúvida similar a sua, porém no meu caso não tenho nem sequer o contrato de compra e venda, o terreno foi cuidado pela minha família por cerca de 18 anos, cercado com cerca de mardeira, há um ano construimos um salão, agora quero construir minha casa, estou tentando entrar com um processo de usucapião, se for favorável então eu construo.
  6. Alberto Polini
    09/11/2012 08:59

    É necessário contratar um advogado, pois nestes moldes vcs possuem a posse mansa e pacífica, bem como o contrato de compra e venda, lhes sendo concedido o usucapião do imóvel ao qual é indiscutível, quanto ao fato de uma possível intervenção de seus irmãos a partir da morte da sua mãe esta pode vir a acontecer havendo porém que indeniza-lo, mas existe uma maneira de lhe resguardar sim, portanto é fundamental que procure um advogado, pois de outra forma não conseguirá.
  7. Josyane Alencar
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    11/03/2013 14:04

    No meu caso já éh diferente. Meu marido comprou um terreno já a 3 anos ,, tudo no forum direitinho e autenticado. agora que queremos construir o irmão do vendedor não está deixando minha familia em paz,, tenho documento do terreno em dias,, quero construir . Ele alega que o irmão nao poderia vender o terreno pôs o terreno foi dado ao sobrinho dele e quem cria o sobrinho nao éh o pai ( vendedor) e sim a avó.
    mas o pai vendeu o terreno e comprou uma casa e pôs no nome do filho. tem como eu perder o terreno?
  8. DiegoR
    30/04/2013 01:25

    Olá comprei um terreno apenas com contrato de compra e venda registrado em um cartório. Solicitei o recibo ao antigo dono mas ele me informou que recebeu apenas o contrato do terreno do dono anterior a ele. Hoje não sei como devo fazer para realizar a escritura desse terreno, até porque gostaria de negocia-lo mas fica um pouco dificil devido a esse fato. Vocês poderiam me orientar enquanto a essa situação? Agradeço muito.
  9. Fátima Perestrelo
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    30/04/2013 01:32

    Propriedade de imóvel só se transfere com o Registro no Cartório de Registro de imóveis da Escritura lavrada. No caso do primeiro consulente, há a possibilidade de USUCAPIR o bem, pela avó. Porém, não é totalmente seguro, construir no terreno, pois, o imóvel será da avó, logo, regularizando-se a documentação e registrando-se a venda para a mãe, os filhos serão herdeiros e tb. o padrasto, logo futuramente, na transmissão de herança o imóvel poderá ser partilhado entre todos, cabendo ao consulente, somente a indenização pela construção.

    Ou, ainda que a Ação de USUCAPIÃO seja movida diretamente pela mãe, ainda assim, não excluirá o direito hereditário dos outros filhos e do marido e/ou companheiro.

    O melhor será consultar pessoalmente um advogado de posse da documentação que possui, para uma melhor orientação.
  10. SulaTeimosa
    05/05/2013 02:53

    Usuário suspenso

    Josyane, diga para esse sujeito perturbador para encher o saco do irmão dele pois foi elequem vendeu. Se está tudo certo no RGI manda ele catar coquinho.

    Diego, vc precisava que o vendedor apresentasse uma procuração do real proprietário do terreno, pois do jeito que foi feito o que vc comprou foi só a posse. Tente localizar esse proprietário e ver com ele umamaneira sde transferir o bem para vc.
  11. loide
    26/01/2014 17:28

    desmembrei meu lote de 600m agora pergunto. preciso fazer nova escritura pro que me restou ?
  12. JanaG
    26/01/2014 20:33

    Usuário suspenso

    Ao desmembrar um lote este dá origem a outros, portanto, unidades independentes, sim, vc vai precisar regularizar essa divisão.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS