Olá amigos, mais uma vez venho solicitar a ajuda profissional de todos. Uma amiga é revendedora de confecções, tomou um calote de 400,00, valor que faz falta e dano a sua família. Bom, os devedores, mulher e marido, passavam pela mesma e a ignoravam como se não a conhecesse. Hoje, a mulher devedora passou em frente a sua casa(da vendedora) e a mesma perguntou:- Oi amiga, esqueceu de mim? A devedora olhou com olhar debochado e falou: Eu , porque? to te devendo?? Minha amiga disse; claro, 400 reais, esqueceu? desde o natal... A caloteira disse: Vc tem algo que comprove? Assinatura, documento, ou outra coisa?? e riu da cara da minha amiga junto com uma parente... Minha amiga perdeu a cabeça, e enfiou a mão na cara da criatura. E a outra revidou. Minha amiga saiu mais machucada que ela, m a s a infeliz da caloteira fez um BO dizendo que é deficiente visual, e que na briga minha amiga arrancou a lente de contato, quebrou óculos, e a machucou, disse que vai pedir indenização por DANOS MORAIS. Por favor, minha amiga está passando por uma fase difícil, inclusive foi medicada a meses atraz com anti ansiolíticos, sei que ela deve ter tido um estreitamento de consciência na hora e não segurou. Minha duvida é a seguinte: O que pode acontecer? Nos ajudem....CABE DANOS MORAIS NESTE CASO? E A DIVIDA? a devedora disse que é crime cobrar as pessoas, mas a minha amiga estava na frente da casa dela,(da minha amiga),,NOS AJUDEM..

Respostas

1

  • 0
    A

    Adv Antonio Gomes Terça, 05 de março de 2013, 23h55min

    Sem advogado, sem justiça. Contratar um se faz necessário.

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região