Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. kinhos
    24/07/2013 20:58

    Ola pessoa meu veiculo encontra-se com bloqueio renajud em sua situaçao vigente, a minha duvida é se eu for parado em uma blits o mesmo é retido, mesmo com a documentaçao em dia ?? o motivo foi um acidente de transito cujo uma pessoa me processou e nao compareci a intimaçao pois o valor que me cobraram era um absurdo da uma luz ae pessoal.

    Desde ja agradeço obrigado galera
  2. Erich Ludendorff Turbuk
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    24/07/2013 21:40 | editado

    KINHOS

    A restrição judicial pelo RENAJUD não retira o direito de uso do automóvel pelo seu possuidor direto e também não poderá ser apreendido por este motivo. Você poderá licenciar normalmente. Só não poderá vender.
  3. kinhos
    28/08/2013 23:51

    mas a questao eh a seguinte o oficial de justiça veio na residencia de meus pais apreender o veiculo como posse de penhor e eu soh poderia retirar o veiculo quando quitar a divida. O que devo fazer agora mandei uma contra proposta dizendo que so posso pagar em parcelas a divida, e caso a pessoa nao aceitar minha proposta o que pode acontecer ?
  4. Consultor !
    29/08/2013 00:00

    Usuário suspenso

    ... passe numa blitz e saberá !!!

    Para o veículo permanecer com a parte tem de haver o DEPÓSITO do bem.
  5. FJ Brasil
    29/08/2013 00:09

    deveria ter feito a proposta na audiência de conciliação... como não compareceu em nenhuma audiência, o seu carro foi bloqueado através do renajud com pedido de penhora... agora ou paga a divida total, ou vai ficar sem o carro...
  6. Thiago Ferrari Turra
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    01/09/2013 23:07 | editado

    O Renajud tem diversas restrições. Se o Oficial de Justiça foi procurar você é porque ele foi entregar o mandado de avaliação e penhora. Há um prazo para embargos (defesa), pelo jeito passou em branco. Devem ter designado audiência de conciliação, para tentar acordo, pelo jeito você também não foi. Agora só resta pagar o débito ou parcelar, ou qualquer acordo.


    Veja as hipóteses de restrição que constam no site do TST e servem para qualquer órgão do Poder Judiciário:

    Transferência – impede o registro da mudança da propriedade do veículo
    no sistema RENAVAM;
    Licenciamento – impede o registro da mudança da propriedade, como
    também um novo licenciamento do veículo no sistema RENAVAM;
    Circulação (restrição total) – impede o registro da mudança da
    propriedade do veículo, um novo licenciamento no sistema RENAVAM, como
    também impede a sua circulação e autoriza o seu recolhimento a depósito.
    Registro de Penhora – registra no sistema RENAVAM a penhora
    efetivada em processo judicial sobre o veículo e seus principais dados (valor da
    avaliação, data da penhora, valor da execução e data da atualização do valor
    da execução).
  7. Fátima Perestrelo
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    03/09/2013 03:51

    Se há mandado de busca e apreensão certamente, ao ser parado ficará a pé.

    Sem maiores delongas.
  8. Elizandra Pereira Baptista
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    31/03/2014 20:43

    Amigo infelizmente o nosso pais é assim se ha uma divida em cima do nome do proprietário do veiculo certamente eles buscarão penhora-lo o melhor é sumir com ele e desmontar as peças assim fara algum dinheiro e eles ficarão procurando outra forma de punir o proprietario desse veiculo não acho certo a justiça travar o unico bem que uma pessoa tem pra trabalhar ou viver mas se eles acham por bem fazer isso pra melhorar o pais e acatar as leis acredito que estão apenas frustrando as consequencias porque isso de nada pagaria nem o que recebe e nem pra quem paga principalmente porque quando se chega nesta altura de penhora os bens penhorados quase de nada vão parar em patios presos andando nas ruas as vezes são guinchados pelos proprios bancos e apodrecem no sol e na chuva e depois são leiloados e ainda por cima dão trabalho para aqueles que acham que vão ter algum lucro comprando esses bens em leilões e arremates estes valores desses bens de nada mais valem para algum beneficio a mais ninguem a não ser para os proprios donos de barracões e patios que lucram valores estraordinarios com vendas desses veiculos que estão la apodrecendo é um processo chato com muitos papéis e nem um resultado pra nem um dos dos dois lados lados...

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS