Análise sobre o cenário político nacional do ano de 2002 até 2016.

A laranja, que originalmente era um fruto amargo, surgiu de maneira selvagem na China por volta de 2500 anos[1] a. C (antes de Cristo). Além de fonte de vitaminas, em potencial, os laranjais, são grandes produtores de renda, uma vez que empregam muitas pessoas direta e indiretamente. Entretanto, vez ou outra, pessoas ou grupos mal intencionados destroem, depredam, prejudicam sua produção e produtividade. Um exemplo literal dessa destruição intencional e sem sentido, pode ser dado pela invasão e destruição na cidade de Borebi/SP pelo MST (Trabalhadores Rurais Sem Terra)[2] à fazenda de propriedade da empresa Cutrale[3] especializada em produção de laranjas. Mas, qual a relação entre pés de laranja em grande quantidade e o Partido dos Trabalhadores? É o que passaremos a tratar.

          No ano de 2002 o senhor Luiz Inácio Lula da Silva, após 3 tentativas frustradas de se eleger Presidente da República, sem nunca antes ter sido prefeito ou governador (1989, 1994 e 1998) tomou posse no cargo de maior responsabilidade para a vida de qualquer brasileiro, cidadão ou não[4]. O sucesso foi estrondoso. O senhor Luiz Inácio, eleito pela esperança popular de se pôr um fim nas velhas negociatas e imoralidades que sempre se presenciou na política nacional, regional e local teve a vantagem de receber a faixa presidencial em uma grande fase econômica (para não dizer a melhor que já se teve), logo, em um período político perfeito para ser tido como o grande salvador da pátria e concretizar os anseios de grande parte da população. “A esperança venceu o medo”!?[5] Alguns afirmam ainda hoje, ser exatamente isso que ocorreu. Pessoalmente, não vejo dessa maneira.

          Neste ponto, torna-se importante dizer que não sou economista, cientista político, tampouco inimigo do PT ou de qualquer agremiação com tendência ideológica de esquerda ou de direita mas, apenas, um cidadão indignado com os rumos que estão dando ao país. Mesmo porque, acreditem ou não, tanto a esquerda quanto a direita possuem boas ideias. Isso, por si só, será motivo para que eu seja criticado por ambos os lados. Em verdade, não espero algo diferente.

          O senhor Luiz Inácio Lula da Silva recebeu um enorme “laranjal já produzindo e pronto para se colher”. Essa é a analogia perfeita para se fazer com a situação econômica e política do Brasil no ano de 2002. E o que fez o Governo Petista? Fez o que bem sabemos, usou e abusou da riqueza recebida, pois o capital político que isso possibilitou a eles foi inacreditavelmente gigantesco. Por isso, nunca é demais relembrar que na política tudo depende de um longo e minucioso trabalho para se chegar a qualquer resultado, seja ele bom ou ruim.

          Nos moldes da invasão do MST à fazenda da Cutrale no ano de 2009, a implementação do Governo que se constituiu a partir de 2002, prejudicou imensamente a “máquina pública” (exemplo já comprovado, é visto com o mensalão[6] e a Petrobrás[7]), colheu e usou o que podia e o que não podia com programas sociais e com outras coisas que dizem por aí (exemplo das pedaladas fiscais[8] e, quem sabe, BNDES[9] [10] [11], Fundos de Pensão[12] e, sabe-se lá com o quê mais...). Não sou contra programas sociais, muito pelo contrário, acredito que devam sim existir, no entanto, o que não se pode fazer é usá-los como moeda política. O senhor Luiz Inácio Lula da Silva disse isso na época em que FHC era Presidente do Brasil. Provas existem aos montes[13] [14] [15].

          No que se refere aos senhores Fernando Henrique Cardoso e Itamar Franco, este adquiriu as sementes e preparou a terra, aquele, semeou, adubou, irrigou e fez florescer uma nova era econômica. Quem ficou em filas, durante horas, para comprar um quilo de carne ou viu um índice inflacionário de 80% ao mês, durante o Governo Sarney (eu, ainda que criança, vivenciei isso) sabe que por mais que não possamos acreditar que FHC e Itamar não tenham sido santos (afinal quem o foi ou o é? Lula, claro! Pois “não tem uma viva alma mais honesta” neste país, do que ele[16]), mas eles fizeram sim muito pelo Brasil, isso eu não tenho dúvida.

          Em uma conversa via internet um amigo me disse “Lula pegou os índices do FHC e melhorou. Use o critério que quiser, a comparação favorece ao Lula”. Bom, vivemos em uma democracia e todos tem direito de opinar. Entretanto vou usar um critério bem conhecido de nosso passado recente: 5.500% de inflação ao ano. Sim 5.500, documentado pela revista Veja em sua capa no mês de janeiro de 1994. Não acredita por ter sido a Revista Veja que disse!? Dessa vez não colocarei aqui a fonte, dados históricos servem para pessoas nascidas em qualquer época e, talvez, seria bom você mesmo checar se estou dizendo a verdade desta vez. Como dito anteriormente, use o critério que quiser mas, a história um dia mostrará que verdadeiramente a comparação desfavorece ao Lula e ao Partido dos Trabalhadores. Uma verdadeira pena, pois eles nasceram prometendo ser diferentes dos outros. Houve até uma música que afirmava isso, lembram? “Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou. São trezentos picaretas com anel de doutor”[17]. O pior é que muitos de nós acreditamos nisso.

          De outro lado, querer transformar o atual Vice-Presidente, o senhor Temer em um corrupto sem nenhum caráter e que por isso mesmo não poderia assumir a Presidência da República, é no mínimo brincar com a boa-fé da população. Sim, brincar com a boa-fé da população! Quando esse mesmo Vice-Presidente foi escolhido para a Chapa PT-PMDB que concorreria às eleições de 2010 e 2014, nem ele nem sua agremiação política eram tachados de indignos, corruptos, ou qualquer outro adjetivo menos digno. Não estou aqui para defendê-los, mas por que agora o deveriam ser vistos assim? Por outro lado, outras figuras desta mesma agremiação são tidas como grandes e nobres companheiros segundo a opinião do mesmo Governo Federal. Há algo de equivocado nessa lógica, isso para dizer o mínimo. Ainda não está convencido? Pois bem, pense no curioso caso do Senador Delcídio do Amaral que quando foi escolhido Líder do Governo Federal no Congresso Nacional era digno, ao delatar algumas práticas desse mesmo Governo Federal passou a nunca ter sido digno. Quem sou eu para contradizer...

          “Pobre, no Brasil, quando rouba, vai para a cadeia, rico vira Ministro”, palavras proféticas ditas ao vento, e que quando expressadas pela primeira vez, possuíam uma força que expunha um dos lados mais vergonhosos da politicagem no Brasil. Hoje, demonstram um lado ainda mais vergonhoso, pois agora, quem tenta se tornar Ministro, por mais que saibamos que nunca foi e nem nunca seria um salvador da pátria, ao menos, tinha o dever moral de honestidade com as palavras. A dita nomeação teria apenas e tão somente um objetivo, qual seja, “não perder o laranjal depredado”. O futuro nos mostrará se é ou não isso mesmo.

          A militância é outra característica do “laranjal do partido dos trabalhadores”. Diferente de trabalhadores rurais que lutam pelo pão diário, estes lutam a todo custo para provar que sua agremiação é a mais ilibada de todas. Quem sou eu para contradizer.

          Três coisas provavelmente são certas! Primeiro, O senhor Luiz Inácio Lula da Silva não foi o grande responsável pela distribuição de renda que beneficiou a população mais vulnerável, ele apenas recebeu um “laranjal” pronto para colher os frutos que haviam sido anteriormente plantados por seus antecessores. Tampouco foi exclusivamente a senhora Dilma Vana Rousseff quem levou o Brasil ao caos que vemos, ela apenas recebeu do seu padrinho político o mesmo “laranjal depredado”, prova de que nada ocorre da noite para o dia na política. Em segundo lugar, quem quer que assuma a Presidência da República, não esperem por milagres, eles não ocorrerão, ou seja, fiquem tranquilos petistas, Michel Temer, provavelmente, não salvará o Brasil nos próximos dois anos. E em terceiro, mesmo que tenhamos novas eleições diretas ou indiretas, com um novo Mandatário que não o senhor Temer, os resultados das mudanças do cenário político provavelmente, também, só serão possíveis após um médio ou longo prazo, logo, depois de 2018.

          Por mais difícil que seja entender e aceitar, crises são um ótimo momento para o aprendizado e a evolução. A humanidade durante toda a sua história teve nos períodos de crise a oportunidade para florescer. Por que seria diferente com o Brasil atual? Se hoje estamos aqui desfrutando os grandes avanços tecnológicos e da liberdade democrática que grande parte do globo possui, devemos isso as crises que nossos antepassados enfrentaram, e superaram. Triste é ver uma agremiação que surgiu 8 anos a. C. (antes da Constituição de 1988) nascer como a promessa de se tornar um fruto doce mas, que após chegar ao Poder mostrou-se um fruto amargo como vários outros. O resto, não passa de bate-boca de botequim.

*Revisão Gina Matilde Correia Pedotti

[1] História da Laranja. Disponível em: http://www.ufrgs.br/afeira/materias-primas/frutas/laranja/historia-da-laranja. Acesso em: 10 abr. 2016.

[2] MST destrói 5 mil pés de laranja no interior de São Paulo. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=YbqLd1Sa7qY. Acesso em: 09 abr. 2016.

[3] Pastoral da Terra defende destruição de laranjal pelo MST. Disponível em: http://noticias.terra.com.br/brasil/pastoral-da-terra-defende-destruicao-de-laranjal-pelo-mst,9eb86f7d7fc4b310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html. Acesso em: 09 abr. 2016.

[4] Vida de Lula. Disponível em: http://www.institutolula.org/lula. Acesso em: 10 abr 2016.

[5] “A esperança venceu o medo”, diz Lula em pronunciamento em SP. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u41584.shtml. Acesso em: 15 abr 2016.

[6] Mensalão. Disponível em: http://www.infoescola.com/politica/mensalao/. Acesso em: 12 abr 2016.

[7] Escândalo da Petrobras é eleito o 2º maior caso de corrupção no mundo. Disponível em: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2016/02/escandalo-da-petrobras-e-eleito-o-2-maior-caso-de-corrupcao-no-mundo.html. Acesso em: 12 abr 2016.

[8] As “pedaladas fiscais” do Governo Dilma. Disponível em: http://infograficos.estadao.com.br/economia/pedaladas-fiscais/. Acesso em: 12 abr 2016.

[9] CPI do BNDES entra na fila da Câmara. Ou: O sigilo comercial a serviço das ditaduras. Disponível em: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/cpi-do-bndes-entra-na-fila-da-camara-ou-o-sigilo-comercial-a-servico-das-ditaduras/. Acesso em: 12 abr 2016.

[10] MAIS DENÚNCIAS CONTRA O PT - CGU, IPEA, BNDES - AÉCIO NEVES, RONALDO CAIADO. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=15DmRLjBTx8. Acesso em 10 abr 2016.

[11] Professora da USP fala sobre empréstimo do BNDES à Cuba. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=w4QMqUqKqk8&nohtml5=False. Acesso em: 12 abr 2016.

[12] Desvios em Fundos de Pensão têm mesmo DNA de esquemas do mensalão e Petrobrás, diz presidente de CPI. Disponível em: http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,desvios-em-fundos-de-pensao-tem-mesmo-dna-do-mensalao-e-petrolao--diz-presidente-de-cpi,10000002127. Acesso em: 12 abr 2016.

[13] Bolsa Família: Lula contra Lula. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=khrWYPd3hRQ. Acesso em: 09 abr 2016.

[14] Lula critica programas como Bolsa Família. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=HnwL081uRNA. Acesso em: 09 abr 2016.

[15] Lula critica o Bolsa Família, mente como a Dilma. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=HTZJJwBX1Z0. Acesso em: 09 abr 2016.

[16] ‘não tem uma viva alma mais honesta do que eu’, afirma Lula. Disponível em: http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/nao-tem-uma-viva-alma-mais-honesta-do-que-eu-afirma-lula/. Acesso em: 14 abr 2016.

[17] Luiz Inácio (300 picaretas). Paralamas do Sucesso. Disponível em: http://www.vagalume.com.br/paralamas-do-sucesso/luis-inacio-300-picaretas.html. Acesso em: 14 abr 2016.


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0