O FGTS fora instituído em 1966 – Governo de Castelo Branco - e atualmente regimentada pela Lei nº 8.036/90 e pelo decreto 99.684/90. Tem por finalidade amparar os trabalhadores urbanos e rurais regidos pela CLT - Consolidação das Leis de Trabalho.

De repente, você se encontra desempregado, e agora? Como faz pra você sacar seu FGTS? 

O FGTS fora instituído em 1966 – Governo de Castelo Branco -  e atualmente regimentada pela Lei nº 8.036/90 e pelo decreto 99.684/90. Tem por finalidade amparar os trabalhadores urbanos e rurais regidos pela CLT - Consolidação das Leis de Trabalho – de empresas privadas (empresas em geral) após o seu desmembramento com a empresa, assim como em situações de doenças graves e até em momentos de adversidades naturais, além disso, tem direito a este recurso os trabalhadores temporários (trabalhadores contratados por um determinado período), bem como os trabalhadores avulsos (quem presta serviço a inúmeras empresas, entretanto é contratado por um sindicato), atletas profissionais e, também,  no ano de 2015 a partir da Emenda Constitucional nº 72/2013 os trabalhadores domésticos passaram então a receber esse direito, com isso, mais de um milhão de trabalhadores domésticos passam a ter acesso aos benefícios previstos na Lei Complementar 150/2015. Ademais, esse recurso é administrado pela Caixa Econômica Federal.

Quando sacar o seu FGTS?

- No desvínculo empregatício (desde que não seja por justa causa);

- No fim do contrato por expiração da mesma;

- Na rescisão do contrato por extinção total ou parcial da empresa;

- No falecimento do trabalhador;

- Quando a conta permanecer sem depósito por 03 anos seguidos, cujo afastamento tenha ocorrido até 13/07/90;

-  Quando o trabalhador permanecer por 03 anos seguidos fora do regime do F.G.T.S., cujo afastamento tenha ocorrido a partir de 14/07/90, podendo o saque, neste caso, ser efetuado a partir do mês de aniversário do titular da conta;

Como sacar o seu FGTS?

- O Fundo de Garantia pode ser sacado em qualquer agência da Caixa Econômica Federal. No entanto, as regras e os documentos variam de acordo com o fim da qual o trabalhador irá utilizar o benefício.

- O saque pode ser feito em até 5 dias úteis após a solicitação dele pelo trabalhador.

- vale destacar que; os saldo de valor inferior a R$ 1.500 pode ser feito nas unidades lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui. Nas demais situações, o saque pode ser em qualquer agência da Caixa.

Saque do seu FGTS no exterior?

Para a realização de saque do FGTS no exterior, faz-se necessário que o titular da conta vinculada ao FGTS vá até ao consulado do Brasil habilitados para essa finalidade e terá que atender a pelo menos uma das seguintes exigências:

-Contrato de trabalho rescindido sem justa causa, pelo empregador;

-Extinção normal do contrato de trabalho a termo;

-Aposentadoria concedida pela Previdência Social;

-Permanência do trabalhador por três anos ininterruptos fora do regime do FGTS

Para além disso, a realização do saque no exterior, os valores serão creditados em conta bancária na Caixa ou em outro banco no Brasil que seja de titularidade do trabalhador. Contudo, no caso de o titular não ter conta no Brasil, o trabalhador pode indicar a conta de alguém de sua confiança.

O recurso será liberado até 15 dias úteis após a entrega da documentação, condicionada à certificação de que as condições exigidas foram atendidas. 

Para mais informações sobre saque no exterior acesse o link: http://zip.net/bjrCD9

E quais são os documentos necessários para o saque do FGTS?

- Documento de identificação do trabalhador ou diretor não empregado; e Cartão do Cidadão ou Cartão de inscrição PIS/PASEP ou número de inscrição PIS/PASEP; ou- Inscrição de Contribuinte Individual junto ao INSS para o doméstico não cadastrado no PIS/PASEP; e- CTPS onde conste o contrato de trabalho cuja conta vinculada está sendo objeto de saque; ou- Comprovante do afastamento do trabalhador, quando não constante da CTPS; ou- Fotocópia autenticada da ata da assembleia que deliberou pela nomeação do diretor não empregado e comprovando o desligamento até 13/07/90, inclusive; ou- Declaração da sociedade anônima deliberando pela suspensão definitiva do recolhimento do F.G.T.S. para os diretores não empregados, ocorrida há, no mínimo, três anos, até 13/07/90, inclusive; ou- fotocópia do Contrato Social registrado no Cartório de Registro de Títulos e Documentos ou na Junta Comercial, ou ato próprio da autoridade competente publicado em Diário Oficial, comprovando o desligamento até 13/07/90, inclusive.- Solicitação de Saque do F.G.T.S. (SSFGTS) - Formulário que deve ser preenchido corretamente e assinado, disponível em qualquer agência da CAIXA ou banco conveniado.

Para mais informações acesse o link: http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts/paginas/default.aspx

Ou ligue para: 0800 726 0207



Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria