Sendo oferecido por diferentes empresas, o seguro auto tem algumas coberturas comuns a maioria dos produtos no mercado. Mas é preciso saber o que cada uma delas abarca para não cair em ciladas.

Sendo oferecido por diferentes empresas, o seguro auto tem algumas coberturas comuns a maioria dos produtos no mercado. Mas é preciso saber o que cada uma delas abarca para não cair em ciladas.

Imagem: Pxhere

O seguro auto é o serviço regulado pelo SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), onde a empresa contratada cobre algumas necessidades do proprietário de um automóvel, que estão previstas no contrato estabelecido entre as partes.

Entre essas coberturas está a indenização de danos materiais do seguro auto. Embora muito se fale sobre ela, você sabe o que esse benefício contempla e quais são os momentos que ele pode ser acionado?

É sobre a indenização de danos materiais que falaremos neste texto. Boa leitura!

O que é a indenização por danos materiais?

A indenização por danos materiais do seguro auto é a cobertura que garante a cobertura de danos do automóvel em caso de ocorrências de sinistro com o mesmo. Vale ressaltar que os casos em que a cobertura é aceita podem estar estipuladas no contrato feito entre seguradora e proprietário do automóvel.

As principais coberturas de seguro são: colisão, incêndio, raios e queda de objetos. Com essa cobertura o proprietário tem direito ao conserto do automóvel no prazo de 30 dias, podendo ainda ser realizado o ressarcimento ao dono do veículo.

Quando a indenização pode ser acionada?

A indenização por danos materiais do seguro auto pode ser acionada em dois casos: quando o carro sofre danos ou quando a cobertura é para terceiros. Em todos eles se faz necessário que ocorra um sinistro para que a indenização seja efetivada.

Vale ainda ressaltar que é importante o segurado comprovar a ocorrência do fato, seja com boletim de ocorrências ou outros documentos que atestem o dano causado pelo sinistro que foi afirmado.

O que a indenização por danos materiais do seguro auto cobre?

Uma vez que a cobertura pode ser acionada em dois momentos diferentes, sua cobertura também é diferente nas duas situações.

1. Indenização de danos materiais para o automóvel

A indenização de danos materiais para o automóvel cobre colisões ou outros danos que o veículo possa sofrer com raios, quedas de objetos, colisões, incêndios ou outros sinistros comuns a automóveis.

Quando algo ocorre com o veículo, o segurado deve acionar a seguradora contratada e informar sobre o ocorrido. Nesse momento se faz necessário a apresentação de documentos que comprovem o fato.

Com a comprovação, a seguradora paga ao segurado o valor do dano causado. Essa indenização pode ser parcial, quando o automóvel necessita de reparos, ou total, quando não foi possível recuperar o automóvel.

Vale ainda ressaltar que para a indenização integral, é necessário que exista a cobertura para perda total no seguro contratado.

2. Indenização para terceiros

Por outro lado, a indenização para terceiros é adicional, sendo necessário que o beneficiário a contrate no momento da assinatura do contrato. Com ela é garantido que o carro do terceiro envolvido na colisão terá seu reparo garantido.

E isso só ocorre quando o segurado é o causador do acidente. Desse modo, ele não precisará arcar com custos por danos a terceiros e do seu próprio automóvel. Ou seja, mesmo sendo uma cobertura para terceiros, a indenização tem como objetivo proteger o segurado financeiramente.

Por que contratar seguro para danos materiais?

O número de acidentes com automóveis é significativo no país e, embora possa ocorrer queda na porcentagem, eles ainda provocam um grande número de mortes e prejuízos financeiros aos donos de automóveis e suas respectivas famílias.

Por isso, a cobertura de danos materiais é importante para aqueles que contratam seguro auto. Afinal, essa cobertura garante que o dono do automóvel não tenha perdas financeiras com imprevistos ou acidentes que possam vir a ocorrer, tanto em relação ao próprio veículo quanto para cobrir gastos de terceiros envolvidos na situação.

A indenização de danos materiais do seguro auto é, portanto, uma maneira de garantir que o segurado tenha seu automóvel em perfeito estado, ou o valor do veículo ressarcido em caso de perda total do carro. A contratação é uma garantia financeira para ocorrências de sinistros de diferentes áreas e que estejam estabelecidos em contrato.

Por: Jeniffer Elaina, especialista em seguros no SeguroAuto.org.

 



Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pela autora. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Tratamento de Dados do Jus.

Regras de uso