O artigo foi feito para ser publicado em jornais do GRUPO SUL NEWS.

O Juiz de Direito, Luiz Manuel Fonseca Pires, concedeu, no dia 20 de Janeiro de 2017 uma liminar que suspende o aumento das velocidades nas Marginais Pinheiros e Tietê.

            Após leitura cuidadosa da liminar que contém oito páginas é possível perceber que se trata de uma decisão política e não de uma decisão embasada no Direito. É importante destacar que decisões jurídicas não suportam influências políticas.

            O juiz sustenta em sua decisão que a redução de velocidade nas marginais seria um programa de política pública e aumentar a velocidade seria um retrocesso social, aponta ainda a ausência de estudos técnicos por parte da prefeitura.

            A Constituição Federal prevê o seguinte:  “Art. 30. Compete aos Municípios: I - legislar sobre assuntos de interesse local.” O aumento das velocidades nas marginais está acompanhado de um novo programa que visa evitar acidentes.

            Nesse aspecto é flagrante a inconstitucionalidade da liminar. A competência é do munícipio e não do Poder Judiciário representado pelo juiz.

            A respeitável decisão do ilustre magistrado, além de ser inconstitucional, é antidemocrática porque durante toda sua campanha eleitoral o Prefeito João Doria prometia aumentar a velocidade nas marginais e foi eleito em primeiro turno, por 53,29% dos eleitores num claro gesto de aprovação às suas propostas.

Estamos em um Estado Democrático de Direito que pressupõe o respeito à democracia e o cumprimento das leis. Em sentido oposto vai a liminar desrespeitando o voto popular e a constituição federal.

            Em razão do exposto acima a liminar foi derrubada.

Publicado pelo GRUPO SUL NEWS em 27/01/2017.


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

Regras de uso