Juiz da 3° Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Estado de Mato Grosso, Doutor Cesar Augusto Bearsi, concedeu liminarmente no processo nº 1003093-05.2017.4.01.3600.

Em uma decisão digna de aplausos, o Juiz da 3° Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Estado de Mato Grosso, Doutor Cesar Augusto Bearsi, concedeu liminarmente no processo nº 1003093-05.2017.4.01.3600, a possibilidade que a candidata FFR retorna-se ao concurso público da POLITEC/MT 2017, após ser eliminada pela banca na 4ª e última fase do concurso (Investigação Social) com a justificativa que a mesma não teria apresentado a declaração de bens.

Em sua decisão do último dia 19/12/2017, o Magistrado destaca que o ato administrativo de não aceitar o documento apresentado em sede de recurso administrativo, acabou por ferir os princípios da razoabilidade e proporcionalidade, determinando assim a imediata inclusão da candidata no referido concurso público.

A demanda proposta pelo Escritório Cruz e Cruz Advogados e Consultores - CCAC, entra para uma lista extensa de ações, das quais tiveram decisões favoráveis, onde o escritório desde a sua fundação já atuou em aproximadamente 200 (duzentos) concursos públicos em todo o território nacional, sendo hoje considerado um escritório especialista em ações de concurso público.

Em entrevista recente, o Sócio Fundador, Dr. Leandro Cruz destacou que as várias decisões favoráveis em ações dessa natureza, se dão devido ao comprometimento e profissionalismo de todos os associados que laboram no Cruz & Cruz Advogados e Consultores, que tem como um dos seus objetivos fazer um assessoramento jurídico aos seus clientes de forma única e personalizada.

Acompanhe-nos nas redes sociais:

www.ccac.adv.br

facebook.com/CCACADVOGADOS/

@cruzecruzadvogados


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria