Escola não pode negar matrícula de aluno por critério de idade

O MM. Juiz de Direito, Dr. Juscelino Batista, da Vara da Infância e Juventude do Foro Regional XI de Pinheiros – Comarca do Estado de São Paulo, recentemente, deferiu liminar, nos autos do Mandado de Segurança n.º 1004360-06.2017.8.26.0053, para que uma criança fosse matriculada no 3º (terceiro) ano do ensino fundamental, levando-se em consideração sua capacidade e aptidão e não o critério de corte de idade estabelecido na deliberação n.º 73/2008, do Conselho Estadual de Educação de São Paulo. O referido Mandado de Segurança foi interposto pelo advogado Alex Araujo Terras Gonçalves, titular do escritório Terras Gonçalves Advogados, para que a criança fosse matriculada no 3º ano do ensino fundamental, uma vez que a genitora teve o pedido de matrícula negado pela escola, em razão da idade do menor e dada à impossibilidade do menor ser inscrito no sistema da Secretaria de Educação. A ordem judicial foi deferida, em caráter liminar, com fundamento nos artigos 206, inciso e 208, inciso IV, da Constituição Federal e nos artigos 53, inciso I e 54, inciso V, do Estatuto da Criança e do Adolescente, uma vez que é garantido ao menor o tratamento isonômico e assegurado que o acesso ao ensino não pode ser negado com critérios restritivos relativo a idade, ou mês de aniversário. A referida decisão tem validade até o julgamento do mandado de segurança ou decisão que julgar eventual recurso da escola ou da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, mas já assegura ao menor o prosseguimento dos estudos no 3º ano do ensino fundamental.


Autores


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelos autores. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

Regras de uso