Símbolo do Jus.com.br Jus.com.br

Artigo Destaque dos editores

Eleição para deputado federal e lista aberta no distrito eleitoral da fronteira oeste do Rio Grande do Sul em 2010

Exibindo página 2 de 2

Considerações finais

O artigo abordou questões iniciais suscitadas pelos dados eleitorais da eleição para deputado federal em 2010 na Fronteira Oeste. A investigação insere-se em um esforço de sistematização e análise dos resultados eleitorais nos municípios da região desde o pleito de 2002.  Neste artigo abordou-se basicamente o problema dos “muitos candidatos”, questão que surge a partir das críticas a nosso sistema de representação proporcional de lista aberta.

Conforme nossos dados demonstraram, a multiplicidade de candidaturas é, no saldo, resumida a algumas poucas que se tornam competitivas. Inserimos, nessa explicação, o fator regional (a distritalização do voto) e de experiência parlamentar (candidato no exercício do mandato) como sendo atalhos cognitivos capazes de reduzir os custos informacionais dos eleitores e, assim, permitir que escolham algum candidato em particular, a despeito da extensa nominata de concorrentes. Quando desagregamos os dados para os municípios, percebemos que há níveis de concentração/dispersão eleitorais, com algumas localidades tendo mais candidatos efetivo e outras menos. De qualquer modo, as conclusões preliminares dos dados analisados sinalizam para cenários eleitorais bem menos caóticos que aqueles desenhados pelos críticos da representação proporcional de lista aberta.


Referências bibliográficas

AMES, Barry. A estratégia eleitoral na representação proporcional com lista aberta. Cad. Metrop., São Paulo, v.14, n. 27, pp. 59-87, jan/jun 2012.

AMES, Barry. Os entraves da democracia no Brasil. FGV Editora, 2003.

AYDOS, Eduardo Dutra. O voto distrital e o aperfeiçoamento da democracia representativa no Brasil. Porto Alegre, 1979. Mimeo.

CAIN, B.; FEREJOHN, J. e FIORINA, M. . The personal vote: Constituency service and electoral independence. Cambridge: Harvard University Press, 1987.

CARVALHO, Nelson Rojas de. E no início eram as bases – Geografia política do voto e comportamento legislativo no Brasil. Rio de Janeiro: Revan, 2003.

CARVALHO, NR de. Geografia política das eleições congressuais. Monitor Público, v. 9, p. 41-47, 1996.

CINTRA, Antônio Octávio. Majoritário ou proporcional? Em busca do equilíbrio na construção de um sistema eleitoral. In: FLEISHER, David; ABRANCHES, Sérgio (orgs.). Reforma política: agora vai? Fundação Konrad Adenauer, 2005.

COREDE-FO. Conselho Regional de Desenvolvimento da Fronteira Oeste: Planejamento Estratégico (2010-2020). Governo do Rio Grande do Sul, 2010.

DIAS, J. L. de M.. O jogo e os jogadores: legislação eleitoral e padrões de competição política. Tese de Mestrado, Rio de Janeiro, Iuperj, 1991

DOWNS, Anthony. Uma teoria econômica da democracia. São Paulo: Edusp, 1999.

FERRAZ, Francisco. Manual completo de campanha eleitoral. Porto Alegre: L&PM Editores, 2003.

FLEISCHER, D. V.. Concentração e dispersão eleitoral: um estudo da distribuição geográfica do voto em Minas Gerais, 1966-1974. Revista Brasileira de Estudos Políticos, n. 43, 1976.

INDJAIAN, M. L.. Análise Preliminar da bancada federal paulista eleita pelo MDB em 1978. São Paulo, mimeo. Relatório parcial de pesquisa apresentado à FAPESP, 1981.

KINZO, Maria D.'Alva Gil. A bancada federal paulista de 1986: concentração ou dispersão do voto?. Instituto de Estudos Econômicos, Sociais e Políticos de São Paulo, 1989.

LAMOUNIER, Bolívar. A representação proporcional no Brasil: mapeamento de um debate. Revista de Cultura e Política. São Paulo, n. 7, 1982.

MAINWARING, Scott. Sistemas partidários em novas democracias: o caso do Brasil. Porto Alegre: Mercado Aberto, 2001.

MAYHEW, David. Congress: The electoral connection. Yale University Press, 2004.

NICOLAU, Jairo. Eleições no Brasil. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

PALERMO, Vicente. 2000. Como se governa o Brasil? O debate sobre instituições políticas e gestão de governo. Dados, Rio de Janeiro, v. 43, n. 3, p. 580-691.

PERISSINOTTO, Renato; MIRÍADE, Angel. Caminhos para o parlamento: candidatos e eleitos nas eleições para deputado federal em 2006. Dados, v. 52, n. 2, p. 301-333, 2009.

REBELLO, Mauricio Michel. Decisão Eleitoral Esclarecida e Informação Política Andam Juntas?. Revista Política Hoje, v. 20, n. 1, 2011.

RENNO, L. Atalhos Cognitivos em Contextos Eleitorais Complexos; As Eleições Legislativas de 2002 no Brasil. In: M. Ignacio e L. Renno, orgs., Legislativo Brasileiro em Perspectiva Comparada. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2009.

RODRIGUES, Leôncio Martins. Mudanças na classe política brasileira. Publifolha, 2006.

SHUGART, Matthew Søberg; VALDINI, Melody Ellis; SUOMINEN, Kati. Looking for Locals: Voter Information Demands and Personal Vote?Earning Attributes of Legislators under Proportional Representation. American Journal of Political Science, v. 49, n. 2, p. 437-449, 2005.

VEIGA, Luciana Fernandes. O partidarismo no Brasil (2002/2010). Opinião Pública, v. 17, n. 2, p. 400-425, 2011.


Notas

[1] Projeto: O distrito eleitoral da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul: comportamento eleitoral e competição partidária nas eleições para a Câmara dos Deputados (2002-2014).

[2] Municípios de Alegrete, Barra do Quaraí, Itacurubi, Itaqui, Maçambará, Manoel Viana, Quaraí, Rosário do Sul, Santa Margarida do Sul, Santana do Livramento, São Borja, São Gabriel e Uruguaiana.

[3] O tema da conexão eleitoral não é objeto de tratamento direto de nosso trabalho.

Assuntos relacionados
Sobre os autores
Cláudio Júnior Damin

Doutor em Ciência Política pela UFRGS, professor do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas da Universidade Federal do Pampa. E-mail:

Leonardo Teixeira Martins

Graduando em Ciências Sociais – Ciência Política pela Universidade Federal do Pampa. Bolsista do Programa de Bolsas de Desenvolvimento Acadêmico.

Edson Paniagua

Doutor em História pela UNISINOS, professor de Ciência Política na Universidade Federal do Pampa.

Como citar este texto (NBR 6023:2018 ABNT)

DAMIN, Cláudio Júnior ; MARTINS, Leonardo Teixeira et al . Eleição para deputado federal e lista aberta no distrito eleitoral da fronteira oeste do Rio Grande do Sul em 2010. Revista Jus Navigandi, ISSN 1518-4862, Teresina, ano 19 , n. 4117, 9 out. 2014 . Disponível em: https://jus.com.br/artigos/31316. Acesso em: 1 jul. 2022.

Publique seus artigos Compartilhe conhecimento e ganhe reconhecimento. É fácil e rápido!