WhatsApp e o mundo jurídico!

O whatsApp pode ser uma distração ou uma baita ferramenta de trabalho. Concorda?

Como distração é quase tão chamativo quanto o facebook, pois com seus grupos, acessibilidade instantânea do usuário e velocidade da informação.

Como ferramenta de trabalho os mesmos grupos podem ser muito úteis: Um grupo de colaboradores de um mesmo escritório recebe uma informação de maneira rápida, eficiente e todos ficam cientes no mesmo instante. Em meus projetos utilizo em todos os clientes. Uma dúvida sobre um sistema, por exemplo, que responda no grupo do whatsapp todos ficam cientes e já ficam sabendo como proceder.

Tanto assim o é que o judiciário já começou a usar esta ferramenta em favor dos advogados. Vejamos a notícia abaixo:

Advogados podem usar WhatsApp para acompanhar processos em vara de SP

A 7ª Vara Criminal Federal em São Paulo passou a permitir que advogados, procuradores e o público em geral usem o aplicativo WhatsApp para receber e enviar mensagens sobre processos que tramitam ali. A prática já vinha sendo adotada, mas foi oficializada neste mês em portaria assinada pelo juiz Ali Mazloum, titular da vara.

Pelo WhatsApp, é possível agendar visitas para consultas dos autos e também audiências com o juiz, receber lembretes de audiências e trocar áudio, vídeo, fotografias e documentos relacionados às ações em andamento. A secretaria da 7ª Vara Criminal fica responsável por acompanhar esse canal de comunicação e fazer o cadastro dos usuários interessados.

“Com a adoção dessas práticas procuramos desburocratizar procedimentos e simplificar os ritos, sempre dentro das regras legais vigentes, de modo a reduzir o estoque de processos, facilitando a atuação de todos os usuários dos serviços da Justiça”, afirma Mazloum. Com informações da Assessoria de Imprensa da JF-SP.

Fonte: http://www.conjur.com.br/2015-abr-23/advogado-usar-whatsapp-acompanhar-processos-vara-sp

Você utiliza esta ferramenta de maneira profissional?

Não?

Porque não? Advogado não pode atender pelo whatsapp? Depende.

Se já for um cliente ou a pessoa lhe procurou para conversar ele pode atender sim.

O que não pode ser feito é fazer propaganda pelo whatsapp. Aliás, com a nova atualização que saiu na última semana, se alguém adiciona você e não está na sua lista de contatos o whatsapp já permite que esta pessoa seja bloqueada e colocada numa lista de spam. Ou seja, quem acha que fazer propaganda no whatsapp é uma boa, vai ficar sem ninguém, pois um produto ou serviço e em especial a advocacia que exige contato direto, confiança e conhecimento, poderá ser ofertado através de uma mensagem.

Quer fazer marketing jurídico pelo whatsapp? Tenha um número para agendamentos de consultas e use o whatsapp para se comunicar. Mas, não dispense o telefone (que agora já dá pra fazer pelo próprio whatsapp sem gastar um centavo) e muito menos o atendimento pessoal. Isto sim faz diferença.

Usar a tecnologia? Sim! Ser usado por ela? Não! Daí a diferença!

#FicaaDica


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria