Conheça o passo a passo para o requerimento de aposentadoria por idade hoje, requisitos necessários e documentos exigidos.

A aposentadoria por idade é um direito do trabalhador, que atingiu a idade mínima de 65 anos caso seja homem, e/ou 60 anos sendo mulher, sendo necessário que ambos sejam contribuintes do INSS, tendo atingido o critério de no mínimo 180 contribuições ao INSS.

Ao preencher todos os requisitos, tanto o critério de idade mínima como o de contribuições, o trabalhador solicitará o benefício da aposentadoria por idade ao INSS na data em que completou a idade mínima, garantindo assim o benefício.

Existindo casos em que o trabalhador não completou a cota mínima de 180 contribuições mensais, foi criada uma regra de transição em 1995, que permitia quantidade menor de contribuições, com o objetivo de não prejudicar o contribuinte. Entretanto, no ano de 2010, o trabalhador teria que possuir, nessa data, a idade mínima, obtendo o beneficio conforme o artigo 142 da Lei 8.213/91, que garante a aposentadoria por idade por menor tempo de contribuição.

Pedido do beneficio da aposentadoria por idade

Preenchidos todos os critérios, o trabalhador idoso deverá agendar junto ao INSS uma data para apresentação de todos os documentos que comprovem que ele está apto a receber o beneficio, sendo esse agendamento feito pelo site do INSS ou por telefone, ligando para o número 135.

Passados de 30 a 45 dias, que é o tempo médio, após o agendamento feito pelo futuro beneficiário da aposentadoria, o mesmo deverá levar consigo todos os documentos exigidos: carteira de trabalho, documento de identificação (RG), CPF, comprovante de residência, tendo também que apresentar fotocópias que serão autenticadas pelo servidor do INSS.

Após a entrega de todos os documentos, o servidor responsável irá conferir se todos os requisitos foram preenchidos, sendo que o mesmo poderá solicitar novos documentos que comprovem alguma informação que não está clara, podendo o mesmo conceder o beneficio no momento do atendimento ou solicitar um prazo para julgar ser o trabalhador está apto ou não para receber o beneficio da aposentadoria por idade.

No decorrer de 30 dias, após o pedido feito pelo solicitante, o veredicto do INSS será informado ao interessado via correios. Não recebendo a carta informativa, será de grande importância procurar o INSS para tirar suas dúvidas, como também solicitar o CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais), que informam quais são os serviços reconhecidos pelo INSS, seus valores recolhidos mensalmente a título de contribuição.

Algumas dicas

Não raramente, trabalhadores encontram dificuldades para conseguir o beneficio da aposentadoria por idade.

Uma das mais comuns é não possuir todas as carteiras de trabalho, por terem sido roubadas ou perdidas, não tendo como comprovar o tempo de serviço que afirma possuir. Nesses casos, é possível comprovar o tempo através de outros documentos, podendo ser: ficha de registro de empregado fornecido pela empresa ou contracheque do período trabalhado e extrato do FGTS.

Acontecendo que a situação de o tempo de contribuição ser inferior a 180 contribuições, importante observar a profissão que o segurado exercia antes de solicitar a aposentadoria por idade. Em caso de ela estar enquadrada como uma das profissões que submetem o trabalhador a condições insalubres e/ou perigosass, como tratoristas, trabalhadores da construção civil entre outros,  some-se um  tempo de exercício, em razão do fator de conversão da aposentadoria especial para comum.

Faz-se uso dos PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) para informar quais situações são consideradas insalubres e periculosas encontradas no ambiente de trabalho, sendo necessária a comprovação da profissão com o documento útil, que o INSS reconheça, caracterizando o período de tempo especial.

Lembre-se!

Deve-se ter sempre em mãos todos os documentos necessários para solicitar a aposentadoria por idade, como por exemplo: carteira de trabalho, RG, CPF e comprovante de residência.

Para ler o artigo completo sobre aposentadoria por idade basta ir ao nosso site clicando aqui

Temos um escritório de advocacia em Feira de Santana/Bahia e podemos ser contactados pelo site http://www.vitorionetto.com.br



Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Tratamento de Dados do Jus.

Regras de uso