Uma boa alternativa para as empresas familiares. Entenda mais sobre o tema.

“Empresas Familiares” ou “de pai para filho”, representam 78% das empresas no Brasil. A falta de planejamento societário, despreparo dos herdeiros e atitude emocionada da família acarretam desavenças e comprometem a saúde financeira da empresa de forma irreversível. As Holdings Familiares são uma alternativa para solução e pouco desconhecidas pelos brasileiros. São empresas que investem seu próprio patrimônio em ações ou quotas de outras sociedades e podem ser constituídas por qualquer tipo societário regulado pelo Código Civil. Cada caso deve ser analisado considerando aspectos operacionais, societários e tributários, necessitando de uma equipe especializada que identifique em quais aspectos a implantação de uma Holding Familiar será vantajosa ao empresário. O planejamento sucessório reduz a carga tributária incidente no caso de falecimento de um dos sócios (avô, pai, mãe, por exemplo), já que permite ao controlador doar suas quotas aos herdeiros, (com usufruto vitalício), além de restringir penhoras. No direito de família, protege os sócios no momento da partilha de bens entre parentes mesmo em união estável, evitando diversas guerras judiciais. Também ajuda na sucessão administrativa de forma profissional, pois é estruturada com Estatuto Social e os sócios realizam um acordo de acionistas, com direito de voto. Quando houver desentendimentos, a votação decidirá, descartando a emoção dos familiares e agindo como empresa, evitando problemas pessoais ou familiares afetem diretamente o bom andamento empresarial.

Autor

  • Sofia Jacob

    Advogada formada pela Unicuritiba, atuante desde 2006 em Curitiba (PR) , Balneário Camboriú e Região nas áreas de direito internacional, contratos, imobiliário e ambiental. MBA Internacional em Gestão Ambiental pela UFPR. Curso de Contratos Internacionais pela Harvard Law School: Relationship of Contracts to Agency, Partnership, Corporations. Formação em Life Coach. Curso de Produtividade, gestão do tempo e propósito pela PUC/RS.

    Autora de artigos jurídicos premiados. 2 E-books publicados.

    .

    É inerente a profissão buscar a superação de limites. Advogar é essencialmente nunca esmorecer e obter a satisfação dos legítimos direitos daqueles que lhes confiaram o trabalho e a arte da defesa jurídica.

    Textos publicados pela autora

    Fale com a autora

    Site(s):

Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pela autora. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

Regras de uso