5. CONCLUSÃO

Foi realizada uma abordagem sobre a cobrança de Imposto sobre serviços de qualquer natureza (ISSQN) sobre a atividade notarial e de registro que foi introduzida pela Lei Complementar nº 116/2003, cuja previsão se encontra expressa nos itens 21 e 21.01 da sua Lista anexa.

Após a entrada em vigor da referida, tivemos reiteradas ações questionando a sua constitucionalidade. O Supremo Tribunal Federal julgou improcedente uma ação direta de inconstitucionalidade (ADIn nº 3089) reconhecendo a constitucionalidade da exigência do ISS sobre os serviços notarial e registrais, conforme previsto na Lei Complementar nº 116/2003.

Há de se ressaltar que a referida decisão não trata da forma de cálculo do ISS, basta que se tenha presente que a questão de saber qual a forma de determinação do valor do ISSQN devido pelos notários e registradores é uma questão de legalidade.

Segundo Hugo de Brito Machado “é evidente que o ISSQN, referente aos serviços de registro público, notariais e cartorários, é fixo, nos termos do § 1º, do art. 9º do Decreto- lei n. 406/ 68, até por uma questão de coerência no âmbito da legislação tributária pertinente aos tributos devidos por tais contribuintes”.

Logo, fica claro que o valor do ISS cobrado pelos Municípios sobre os serviços cartorários e de registro devem ser fixos.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AMARO, Luciano. Direito tributário brasileiro. 12ª ed. rev. e atual. São Paulo: Saraiva, 2006.

ATALIBA, Geraldo. Hipótese de incidência tributária. 6ª ed., 3. tir. São Paulo: Malheiros, 2002.

BALEEIRO, Aliomar. Direito tributário brasileiro. Atualização de Misabel Abreu Machado Derzi. 11ª ed. Rio de Janeiro: Forense, 2007.

CARVALHO, Paulo de Barros. Curso de direito tributário, 16ª ed., São Paulo: Saraiva, 2004.

CHIMENTI, Ricardo Cunha. Direito Tributário: com anotações sobre Direito Financeiro, Direito Orçamentário e Lei de Responsabilidade Fiscal. 13ª ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

FILHO, Lair da Silva Loureiro; LOUREIRO, Claudia Regina de Oliveira Magalhães da Silva. Notas e registros públicos. 4ª ed. rev. São Paulo: Saraiva, 2012.

HARADA, Kiyoshi. Direito financeiro e tributário. 19ª ed. São Paulo: Atlas, 2010.

_______________ HARADA, Kiyoshi. ISS. Regime de tributação dos notários e registradores. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XV, n. 105, out 2012. Disponível em: <http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=12342&revista_caderno=26>.

LOUREIRO, Luiz Guilherme. Registros públicos: teoria e prática. Rio de Janeiro: Forense. São Paulo: Método, 2010.

MACHADO, Hugo de Brito. Curso de direito tributário. 24ª ed. São Paulo: Malheiros, 2004.

______________Consulta da Anoreg — Associação dos Notários e Registradores do Brasil — sobre o regime jurídico do ISSQN incidente sobre os serviços notariais, cartorários e de público. Disponível em: www.anoreg.org.br/index.php?option=com

MENDES, Gilmar Ferreira; BRANCO, Paulo Gustavo Gonet. Curso de direito constitucional. 7ª ed. rev. e atual. São Paulo: Saraiva, 2012.

NUNES, Alexandre Gomes. Cartórios: ISS calculado sobre o preço do serviço. Jus Navigandi, Teresina, ano 14, n. 2155, 26/05/2009. Disponível em: <http://jus.com.br/artigos/12769>.

SABBAG, Eduardo. Manual de direito tributário. 4ª ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

SANTOS, Marcos Alberto Pereira. O regime tributário ideal dos serviços notariais e de registro. Disponível em: http://www.conjur.com.br/2014-jan-22/marcos-santos-regime-tributario-ideal-servicos-notariais-registro

STF. ADI 3.089, Redator para o Acórdão Ministro Joaquim Barbosa, Plenário, DJe 1.8.2008.

__________________ RE 599.527 AgR, Rel. Min. Joaquim Barbosa, Segunda Turma, DJe 6.4.2011.

__________________ RE 690.583 AgR, Rel. Min. Cármen Lúcia, Segunda Turma, DJe 4.10.2012.


Notas

[2] CARVALHO, Paulo de Barros. Curso de direito tributário, 16ª ed., São Paulo: Saraiva, 2004. p. 36.

[3] CHIMENTI, Ricardo Cunha. Direito Tributário: com anotações sobre Direito Financeiro, Direito Orçamentário e Lei de Responsabilidade Fiscal. 13ª ed. São Paulo: Saraiva, 2010. p.161.

[4] BRITO, Hugo Machado de. Consulta da Anoreg — Associação dos Notários e Registradores do Brasil — sobre o regime jurídico do ISSQN incidente sobre os serviços notariais, cartorários e de público. Disponível em: www.anoreg.org.br/index.php?option=com

[5] SANTOS, Marcos Alberto Pereira. O regime tributário ideal dos serviços notariais e de registro. Disponível em: http://www.conjur.com.br/2014-jan-22/marcos-santos-regime-tributario-ideal-servicos-notariais-registro

[6] LOUREIRO, Luiz Guilherme. Registros públicos: teoria e prática. Rio de Janeiro: Forense. São Paulo: Método, 2010.p. 12.

[7] STF. ADI 3.089, Redator para o Acórdão Ministro Joaquim Barbosa, Plenário, DJe 1.8.2008.

[8] STF. RE 599.527 AgR, Rel. Min. Joaquim Barbosa, Segunda Turma, DJe 6.4.2011.

[9] STF. RE 690.583 AgR, Rel. Min. Cármen Lúcia, Segunda Turma, DJe 4.10.2012.

[10] BRITO, Hugo Machado de. Consulta da Anoreg — Associação dos Notários e Registradores do Brasil — sobre o regime jurídico do ISSQN incidente sobre os serviços notariais, cartorários e de público. Disponível em: www.anoreg.org.br/index.php?option=com

[11] HARADA, Kiyoshi. ISS. Regime de tributação dos notários e registradores. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XV, n. 105, out 2012. Disponível em: <http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=12342&revista_caderno=26>.

[12] STJ. AgRg no REsp nº 1206873/RS, Rel. Min. Humberto Martins, Segunda Turma. DJe 09-11-2010.

[13] STJ. REsp nº 1185119/SP, Rel. Min. Benedito Gonçalves, Primeira Turma, DJe 20-8-2010.

[14] HARADA, Kiyoshi. ISS. Regime de tributação dos notários e registradores. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XV, n. 105, out 2012. Disponível em: <http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=12342&revista_caderno=26>.

[15] HARADA, Kiyoshi. ISS. Regime de tributação dos notários e registradores. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XV, n. 105, out 2012. Disponível em: <http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=12342&revista_caderno=26>.

[16] BRITO, Hugo Machado de. Consulta da Anoreg — Associação dos Notários e Registradores do Brasil — sobre o regime jurídico do ISSQN incidente sobre os serviços notariais, cartorários e de público. Disponível em: www.anoreg.org.br/index.php?option=com


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pela autora. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0