O atual artigo busca percorrer, precisamente, o conceito da desconsideração da personalidade jurídica e apresentar os seus requisitos de aplicação nas relações de consumo.

Antes de adentrarmos no cerne deste artigo, resta fundamental conceituarmos a desconsideração da personalidade jurídica. A desconsideração da personalidade jurídica é um incidente processual utilizado para romper a proteção concedida pela sociedade personificada aos sócios, ao passo de coibir eventuais afrontas à legislação e eventuais fraudes.

                Nessa toada, tanto a legislação civilista (art. 50) quanto a consumerista (art. 28), passaram a adotar regramentos para a ocorrência desse incidente processual.

                No tocante a legislação consumerista, a desconsideração da personalidade jurídica poderá ocorrer quando comprovada a existência da relação de consumo, isto é, quando no pacto negocial vislumbrarem nos polos tanto a figura do consumidor quanto a figura do fornecedor.

                Ao passo que, para que ocorrer a desconsideração, é fundamental o preenchimento dos requisitos contidos no art. 28 do CDC, quais sejam:

O juiz poderá desconsiderar a personalidade jurídica da sociedade quando, em detrimento do consumidor, houver abuso de direito, excesso de poder, infração da lei, fato ou ato ilícito ou violação dos estatutos ou contrato social. A desconsideração também será efetivada quando houver falência, estado de insolvência, encerramento ou inatividade da pessoa jurídica provocados por má administração.

Frente às observações retro expostas, nota-se que o Direito do Consumidor adota a Teoria Menor para a desconsideração da personalidade jurídica.

O Direito do Consumidor é muito enaltecido durante esta época, posto que diversos fornecedores, interessados em locupletar-se ilicitamente, propagam informações enganosas graças à Black Friday. Todavia, esse período pode ser muito útil para aquele consumidor prudente.

Você está por dentro dos descontos da EBRADI?

Acesse o site e surpreenda-se!


Autor

  • EBRADI

    Escola Brasileira de Direito - www.ebradi.com.br

    A EBRADI – Escola Brasileira de Direito tem como missão transformar a educação jurídica, colaborar para humanização do direito e alçar nosso aluno a um patamar de excelência no mercado de trabalho, e tem como visão ser referência nacional e internacional de qualidade no ensino do direito.

    Textos publicados pelo autor

    Fale com o autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria