[1

[2] GALEANO, Eduardo. O Livro dos Abraços. Porto Alegre: L&PM, 1.991. p. 121.

[3]SummaTheologica I, XCVI, 4. “O homem é, por natureza, animal social e político, vivendo em multidão, ainda mais que todos os outros animais, o que evidencia pela natural necessidade”.

[4] QUEIROZ, Paulo. Direito Penal, Parte Geral. 4ª Ed. completamente revista e atualizada. Editora Lumen Juris: Rio de Janeiro, 2.008, p. 24-5.

[5] HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. Edição Comemorativa 70 anos; organização Ricardo Benzaquen de Araújo, Lilia Moritz Schwarcsz. Ed. rev. São Paulo: Companhia das Letras, 2006, p. 159

[6] ALMEIDA, Alberto Carlos. A Cabeça do Brasileiro. Rio de Janeiro: Record, 8° ed. 2015, p. 17.

[7] http://cpdoc.fgv.br/sites/default/files/verbetes/primeira-republica/SUPREMO%20TRIBUNAL%20MILITAR%20(STM).pdf

[8] http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao91.htm

[9] http://cpdoc.fgv.br/sites/default/files/verbetes/primeira-republica/SUPREMO%20TRIBUNAL%20MILITAR%20(STM).pdf

[10] http://cpdoc.fgv.br/sites/default/files/verbetes/primeira-republica/SUPREMO%20TRIBUNAL%20MILITAR%20(STM).pdf

[11]http://legis.senado.gov.br/legislacao/ListaTextoSigen.action?norma=531325&id=14395825&idBinario=15719554&mime=application/rtf

[12]http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del1001.htm

[13]http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/ait/ait-05-68.htm

[14]http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Emendas/Emc_anterior1988/emc01-69.htm

[15]http://www.senado.gov.br/noticias/especiais/constituicao25anos/historia-das-constituicoes.htm

[16]http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=3B393B59C0368106BD556651080BCED2.proposicoesWebExterno1?codteor=1474872&filename=PL+5768/2016

[17]http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=3B393B59C0368106BD556651080BCED2.proposicoesWebExterno1?codteor=1475032&filename=Tramitacao-PL+5768/2016

[18]http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=3B393B59C0368106BD556651080BCED2.proposicoesWebExterno1?codteor=1475302&filename=Tramitacao-PL+5768/2016

[19]http://imagem.camara.gov.br/Imagem/d/pdf/DCD0020160707001120000.PDF#page=178

[20]http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=3B393B59C0368106BD556651080BCED2.proposicoesWebExterno1?codteor=1475421&filename=Tramitacao-PL+5768/2016

[21]https://sindepol.com.br/site/wp-content/uploads/2017/10/nota-tecnica-sobre-a-lei-13-491-de-2017-que-modifica-o-cpm-confrontos-praticados-por-militares-em-servico-contra-vida-de-civil-continua-sendo-atribuicao-da-policia-civil.pdf

[22]http://legis.senado.leg.br/sdleg-getter/documento?dm=7108119&disposition=inline

[23]http://legis.senado.leg.br/sdleg-getter/documento?dm=7186197&disposition=inline

[24]http://legis.senado.leg.br/sdleg-getter/documento?dm=7208967&disposition=inline

[25]https://jus.com.br/artigos/61251/a-lei-13-491-17-e-a-ampliacao-da-competencia-da-justica-militar

[26]http://legis.senado.leg.br/sdleg-getter/documento?dm=7226769&disposition=inline

[27]http://legis.senado.leg.br/sdleg-getter/documento?dm=7227340&disposition=inline

[28]https://canalcienciascriminais.jusbrasil.com.br/artigos/511576626/a-mudanca-de-competencia-dos-crimes-dolosos-contra-vida-para-a-justica-militar?ref=topic_feed

[29]http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/Lei/L13491.htm

[30]https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/Msg/VEP-402.htm

[31]https://jus.com.br/artigos/61251/a-lei-13-491-17-e-a-ampliacao-da-competencia-da-justica-militar

[32]https://www.letras.mus.br/caetano-veloso/44719/

[33] CARVALHO, Mateus. Manual de Direito Administrativo, 3ª Ed. Rev. Ampli. Atual.,Juspodivm: Salvador, 2.016, p. 70-2.

[34] MELLO, Celso Antônio Bandeira. Curso de Direito Administrativo. São Paulo: 26ª ed, p. 68.

[35]https://www.conjur.com.br/dl/justica-militar-relatorio-final-cnj.pdf

[36]http://www.cnj.jus.br/noticias/cnj/83680-em-media-cada-magistrado-soluciona-7-3-processos-por-dia-no-brasil

[37]http://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/118069/justica-militar-de-mg-e-mais-cara-do-pais.htm

[38]http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/pol%C3%ADtica/fim-da-justi%C3%A7a-militar-vai-gerar-al%C3%ADvio-de-r-35-milh%C3%B5es-em-minas-1.71320

[39]http://anoticia.clicrbs.com.br/sc/noticia/2008/12/promotor-denuncia-nepotismo-envolvendo-o-tribunal-de-justica-militar-do-rs-2318779.html

[40]https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/04/30/interna_politica,866112/apenas-minas-sao-paulo-e-rio-grande-do-sul-mantem-tribunal-de-justica.shtml

[41]http://www.cnj.jus.br/files/conteudo/arquivo/2016/10/b8f46be3dbbff344931a933579915488.pdf

[42]https://www.conjur.com.br/2013-abr-02/grupo-trabalho-cnj-avaliar-justica-militar-necessaria

[43]http://www.cnj.jus.br/noticias/cnj/59969-cnj-aplica-pena-de-censura-a-dois-juizes-militares-de-minas

[44]https://canalcienciascriminais.com.br/a-inconstitucionalidade-do-art-11-da-lei-antiterrorismo/

[45] http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm

[46] Os tribunais militares em tempo de guerra têm sua jurisdição estabelecida em lei. Em tempo de paz a têm somente. MAZZI Giuseppe; BRUNELLI David (Orgs.). CodiciPenali Militari enorme complementari. 4. ed. Milano: Giuffre, 1995. p.20.

para os crimes militares cometidos pelos integrantes das Forças Armadas

[47] http://www.stf.jus.br/portal/jurisprudencia/menuSumarioSumulas.asp?sumula=2440

[48]https://jus.com.br/artigos/61251/a-lei-13-491-17-e-a-ampliacao-da-competencia-da-justica-militar

[49]https://www.facebook.com/afraniojardim/posts/888356001313693

[50]http://coletivodar.org/2013/07/nao-temos-nada-a-ganhar-com-militarizacao-da-policia-defende-prof-tulio-vianna-em-aula-publica/

[51]http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2014/04/09/como-na-ditadura-cidadao-e-visto-como-potencial-inimigo-diz-coronel-da-pm.htm?mobile

[52] http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/05/paises-da-onu-recomendam-fim-da-policia-militar-no-brasil.html

[53] http://www.brasil.gov.br/governo/2014/12/conheca-as-29-recomendacoes-da-comissao-nacional-da-verdade

[54]https://jus.com.br/artigos/61251/a-lei-13-491-17-e-a-ampliacao-da-competencia-da-justica-militar

[55] http://www2.camara.leg.br/a-camara/documentos-e-pesquisa/estudos-e-notas-tecnicas/copy_of_portas-abertas-1/Palestra%208_2.pdf

[56] JOSÉ AFONSO DA SILVA, ("in" Curso de Direito Constitucional Positivo – Ed. Malheiros – 1.996

[57] http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm

[58]https://jus.com.br/artigos/61251/a-lei-13-491-17-e-a-ampliacao-da-competencia-da-justica-militar

[59] MENDES, Gilmar Ferreira, BRANCO, Paulo Gustavo Gonet. Curso de Direito Constitucional. Saraiva: São Paulo. 10ª ed. rev., atual., 2.015, p. 904.

[60] BARCELLOS, Ana Paula Gonçalves Pereira de. Direito constitucional a um devido

procedimento na elaboração normativa: direito a justificativa. Tese de titularidade. UERJ. 2015,

p. 124-125

[61] SOUZA FILHO, Ademar Borges de. Controle jurisdicional do processo legislativo, Mimeo,

2016.

[62] Cf. LOZANO, Guillermo Otálora. El deber de deliberación mínima enel procedimento legislativo. Pensamiento Jurídico, n° 38, Agosto-Diciembre, Bogotá, 2013, p. 101.

[63] MENDES, Gilmar Ferreira, BRANCO, Paulo Gustavo Gonet. Curso de Direito Constitucional. Saraiva: São Paulo. 10ª ed. rev., atual., 2.015, p. 1.056-7.

[64] http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del2848compilado.htm

[65] MASSON, Cleber. Direito Penal Esquematizado – Parte Geral – Vol. 1, 10ª ed. rev., atual. eampl., Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: Método, 2.016, p. 141-2.

[66] (STF, RE 768.494/GO, rel. Min. Luiz Fux, Plenário, j. 19.09.2013).

[67] http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm

[68] MENDES, Gilmar Ferreira, BRANCO, Paulo Gustavo Gonet. Curso de Direito Constitucional. Saraiva: São Paulo. 10ª ed. rev., atual., 2.015, p. 952-3.

[69] http://www.egov.ufsc.br/portal/conteudo/considera%C3%A7%C3%B5es-sobre-o-veto-presidencial-aos-projetos-de-lei

[70] TEMER, Michel. Elementos de Direito Constitucional. 22º edição. 2ª tiragem. Malheiros Editores. 2008. P. 143-4.

[71]https://jus.com.br/artigos/61251/a-lei-13-491-17-e-a-ampliacao-da-competencia-da-justica-militar

[72] Estima-se que cada processo que tramita na primeira ou segunda instâncias da corte especializada para as três Forças Armadas custa R$ 155,6 mil. http://www.bbc.com/portuguese/brasil-37648474

[73]https://eduardocabette.jusbrasil.com.br/artigos/509925186/crimes-militares-praticados-contra-civil-competencia-de-acordo-com-a-lei-13491-17

[74]https://sindepol.com.br/site/wp-content/uploads/2017/10/nota-tecnica-sobre-a-lei-13-491-de-2017-que-modifica-o-cpm-confrontos-praticados-por-militares-em-servico-contra-vida-de-civil-continua-sendo-atribuicao-da-policia-civil.pdf

[75] Princípio da Isonomia: Desequiparações Proibidas e Desequiparações Permitidas, Revista Trimestral de Direito Público, 1/1993, p. 81/82

[76] Igualdade, Desigualdades, Revista Trimestral de Direito Público, 1/1993, p. 71

[77] http://www.stf.jus.br/portal/jurisprudencia/menuSumarioSumulas.asp?sumula=2440

[78]https://www.facebook.com/afraniojardim/posts/888356001313693

[79]https://romulomoreira.jusbrasil.com.br/artigos/510011659/a-nova-lei-que-alterou-a-competencia-da-justica-militar-federal?ref=topic_feed

[80]https://www.conjur.com.br/2017-out-20/limite-penal-lei-134912017-fez-retirar-militares-tribunal-juri

[81] MELLO, Celso Antônio Bandeira de. Curso de Direito Administrativo. 28ª ed. São Paulo: Malheiros, 2011. P.376

[82]  John Hospers, introduciónaIAnálisis Filosófico, Buenos Aires, t. I, Capo I, p. 22. apudAgustin Gordillo, Princípios Gerais de Direito Público, trad. Marco Aurélio Greco, S. Paulo, Ed. RT, 1997, p. 2.

[83]https://www.facebook.com/afraniojardim/posts/888356001313693

[84]https://sindepol.com.br/site/wp-content/uploads/2017/10/nota-tecnica-sobre-a-lei-13-491-de-2017-que-modifica-o-cpm-confrontos-praticados-por-militares-em-servico-contra-vida-de-civil-continua-sendo-atribuicao-da-policia-civil.pdf

[85] CANOTILHO, José Joaquim Gomes. a Nota sobre a Lei N° 13.491/2017 da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Judiciária, p. 59.

[86]https://sindepol.com.br/site/wp-content/uploads/2017/10/nota-tecnica-sobre-a-lei-13-491-de-2017-que-modifica-o-cpm-confrontos-praticados-por-militares-em-servico-contra-vida-de-civil-continua-sendo-atribuicao-da-policia-civil.pdf

[87]https://sindepol.com.br/site/wp-content/uploads/2017/10/nota-tecnica-sobre-a-lei-13-491-de-2017-que-modifica-o-cpm-confrontos-praticados-por-militares-em-servico-contra-vida-de-civil-continua-sendo-atribuicao-da-policia-civil.pdf

[88]https://eduardocabette.jusbrasil.com.br/artigos/511575124/o-lobby-militar-a-lei-13491-17-e-um-tirinho-de-menor-potencial-no-pe?ref=topic_feed

[89] Nesse particular, a Corte Interamericana de Direitos Humanos, quando do julgamento do caso AlmonacidArellano y otros v. Chile, passou a exigir que o Poder Judiciário de cada Estado Parte do Pacto de São José da Costa Rica exerça o controle de convencionalidade das normas jurídicas internas que aplica aos casos concretos. REsp. 1.640.084 Min. Rel. Ribeiro Dantas.

[90]https://www.conjur.com.br/2017-mar-01/academia-policia-investigacao-homicidio-militar-atentado-aos-direitos-humanos

[91] http://justificando.cartacapital.com.br/2017/10/12/anistia-e-conectas-protestam-para-temer-vetar-lei-sobre-nova-competencia-da-justica-militar/

[92]https://romulomoreira.jusbrasil.com.br/artigos/510011659/a-nova-lei-que-alterou-a-competencia-da-justica-militar-federal?ref=topic_feed

[93]https://www.facebook.com/afraniojardim/posts/888356001313693

[94] BATISTA, Nilo. Introdução Crítica ao Direito Penal Brasileiro. 12ª ed. rev. Atual., Rio de Janeiro: Renavan, 2.015, p. 18-9.


Autores


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelos autores. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

Regras de uso